Com relação á biblia, é pecado colocar prótese de silicone nos seios?Cara irmã …,

Não espere encontrar na Bíblia um versículo liberando ou condenando a colocação de prótese de silicone nos seios. Nos tempos bíblicos este tipo de cirurgia, bem como o silicone nem existiam. O Novo Testamento não é um livro com regras e sim com princípios, sendo um deles o da decência, por exemplo. Então, seguirei o Critério do Princípio e não o das regras.

É possível que a motivação da maioria das moças e mulheres que colocam silicone nos seios seja a de despertar desejo nos homens. Nossa sociedade é cheia de modismos e hoje em dia a moda dita que a mulher tem que ter seios grandes. Já te disse que não tenho resposta pronta para seu questionamento. Contudo, algumas perguntas podem servir para nos orientar. Como cristãos sinceros, qual deve se nossa postura neste tipo de situação? É lícito? Caso seja lícito, vem a segunda pergunta: Convém?

Para mim a principal pergunta é: Qual é a motivação para se tomar tal atitude? Sim, porque penso que Deus julgará mais a nossa motivação do que propriamente nossas atitudes. Ou seja, com que motivação tomei esta ou aquela atitude?

Estou ciente que às vezes é preciso lançar mão de próteses por uma questão de estética, para a  correção de um defeito físico. Defeito este que pode ter sido causado por acidente, um câncer ou mesmo defeito de nascimento. No caso de seios, pode ser que a pessoa tenha sofrido algum tipo de intervenção devido a tumores etc. Pode acontecer também que uma mulher tenha tido algum tipo de  problema precoce nos seios. O que fazer nestas situações e outras parecidas? Ficar do jeito que está ou lançar mão dos recursos da medicina moderna para resolver o problema?

É minha opinião que nos casos acima, caso a pessoa tenha condições pode sim lançar mão da  prótese para melhorar sua imagem. Por qual motivo ficar sofrendo ou complexada se existe uma solução?

Agora vou entrar em águas mais turvas, mas não me furtarei de emitir opinião. Há casos que o marido, eu disse MARIDO, gostaria que a esposa colocasse uma prótese por uma questão que lhe é pertinente. Ele chega pra ela e fala isto. O que a esposa deve fazer? É minha opinião que, sendo de consentimento mútuo, não maiores problemas, visto que esta cirurgia, ao contrário da lipoaspiração, não tem praticamente risco algum.

Um segundo caso seria o de uma jovem que não teve o desenvolvimento normal dos seios e se sente constrangida devido a esta situação. Creio que ela deve conversar com seus pais (eu disse PAIS e não coleguinhas) para verem a possibilidade de se corrigir o problema.

Eu poderia ficar aqui citando várias outras possibilidades nas quais eu consideraria legítima a colocação de prótese de silicone nos seios. Contudo ficarei apenas nestas, pois considero que com elas já apontei “o caminho das pedras” para aquelas mulheres que enfrentam problemas nesta área.

Gostaria de citar mais explicitamente a situação que creio ser a mais comum. Ou seja, a mulher tem seios normais, mas para ficar mais atraente (para não usar outro adjetivo) coloca enormes próteses de silicone nos seios e sai por ai com decotes ousados com a finalidade de despertar desejo nos rapazes (o caso do decote ousado aplica-se também a todas as irmãs). Que tipo de mulher quer atrair pretendentes pelos dotes físicos? Qual são os valores deste tipo de mulher? Ela se julga uma pessoa ou um pedaço de carne ambulante? A segunda pergunta minhas queridas irmãs é: Que tipo de rapaz você atrairá ao agir assim? É certo que você atrairá alguns, mas que tipo de homem olha mais para o corpo de uma mulher do que para o seu caráter? Respondo: São os homens que pensam que a mulher é um objeto para satisfazer seus desejos. É com este tipo de homem que você gostaria de casar? O que acontecerá quando o seu corpo sofrer as conseqüências normais do tempo?

É possível que algumas irmãs mais, digamos, conservadoras estejam de cabelos em pé com o irmão Jabesmar. Talvez estejam pensando: “como pode ele abrir exceção nesta área? Ó céus!!!” Digo isto por conhecer irmãs que condenam a colocação de prótese dizendo que a pessoa tem que se satisfazer com aquilo que Deus deu a ela, com o que concordo no que se refere a maioria dos casos (espero ter deixado isto claro nos casos acima). Mas noto que algumas destas mesmas irmãs esticam o capelo carapinha (também conhecido como pixaim), que Deus lhes deu. Algumas outras que tem cabelos encaracolados, que Deus lhes deu, fazem a tal da chapinha, pelúcia, escova de chocolate (pasmem) etc. Ainda há aquelas que pintam os cabelos negros ou castanhos, que Deus lhes deu, de loiro. Sem falar em jóias, bijus, batons etc. Reconheço que há uma distância consideravel emtre uma ciruria e um alizar de cabelos etc., mas o princiípio da satisfação com o que Deus deu” é quebrado em ambos os casos. Existem outros exemplos de modificações, mas pararei nestes.

Contudo, a verdade é que condenam em outros aquilo que elas mesma praticam e caem em contradição. Friso que não sou contra o embelezamento e nem antiestético, mas também não sou a favor do que chamarei de esteticolatria (idolatria dos aspectos físicos – neologismo?). Creio que com bom senso e equilíbrio há lugar para estas coisas. Admiro a beleza e não acho que as mulheres não possam se cuidar.

Bem espero ter, de alguma forma, ajudado as irmãs que lutam com dúvidas sinceras neste assunto. Espero sinceramente ter esclarecido e não confundido.

Jabesmar Guimarães

Fonte: Irmãos.com / Padom

Deixe sua opinião