lamento O lamento de Jeremias
Diante da desobediência do povo e sua teimosia em continuarrebelde, Deus declara sua penalidade. Jeremias expressa um dos lamentos mais comoventes relatados na Bíblia. Apesar de ser menosprezado durante todo o seu ministério, Jeremias está amargamente triste diante do sofrimento de seus conterrâneos. Isto nos serve de lição, apesar de muitas vezes amensagem que nós levamos não encontrarem as melhores recepções, devemos sempre lamentar e chorar ao vermos nossos expectadores, colherem o mal que plantaram.

Deus jamais deve ser culpado pela punição aplicada em seus ofensores, pois a Sua graça, para remissão dos pecados, tem sido oferecida desde os primórdios, através de seus profetas e hoje através da igreja de Cristo.

Assim como Jeremias veremos a seguir outros personagens bíblicos que lamentaram diante das iminentes ruínas de seu povo.
O lamento de Moisés

Em Deuteronômio 31.16, o Senhor diz a Moisés que após a suamorte o povo de Israel voltará a se prostituir e voltará a adorar a deuses estranhos. Desta forma profeticamente, foi revelada a Moisés a apostasia futura de Israel. No capítulo 32, em forma de cântico, Moisés adverte o povo sobre a rebelião einfidelidade a Deus e lamenta por seu povo, que irá sofrer os castigos severos de Deus.

O lamento de Samuel
Neste momento relatado do livro de 1 Samuel, capítulo 8, Samuel após longos anos como juiz de Israel, encontra-se em idade avançada, e sem ninguém para sucedê-lo, pois seus filhos inclinaram os seus corações ao pecado, todos os anciãos reuniram-se e pediram que fosse constituído um rei, a exemplo de outras nações, para que governasse sobre Israel.
Diante de tal pedido, Samuel encontra-se em situação desconfortável, já que, com este pedido, o povo estava literalmente rejeitando a Deus e o seu governo.

A escolha do povo entristece o profeta do Senhor. Deus conhecendo o íntimo de Samuel o conforta:
“E disse o Senhor a Samuel: ouve a voz do povo em tudo quanto te disser, pois não tem rejeitado a ti; antes a mim e tem rejeitado, para eu não reinar sobre ele.” (1 Sm 8.7)

Samuel, sendo um homem que conhecia a Deus desde a mais tenra idade, sabia que esta não era a vontade soberana do Senhor, pois o povo sofreria com os reis corruptos e idólatras.

O lamento de Oséias
Oséias, a exemplo de Jeremias, sempre advertiu o povo sobre sua apostasia e suas conseqüências graves, mas seguindo o exemplo dos sacerdotes daquela época, o povo afastava-se de Deus e rejeitava conhecê-lO.

Diante da rejeição da mensagem pregada, o profeta não tinha outra alternativa a não ser lamentar a destruição de seu povo, pois “lhe faltava conhecimento” (Os 4.6)

O lamento de Paulo
Nos capítulos 9 a 11 de Romanos, Paulo trata do problema de Israel, e sua presente rejeição do evangelho. Paulo se comovia com uma grande e contínua dor no seu coração (Rm 9.2), a preocupação e tristeza eram incessantes, por aqueles que estão sem Cristo. Atitudes semelhantes vemos em nosso Mestre Jesus.

O lamento de Jesus
Jesus chorou. Há poucos dias assisti uma entrevista com um grande astro do esporte, explicando seus constantes escândalos. Falando em meio a lágrimas, suas trágicas desventuras, foi questionado, pela repórter se ele não tinha vergonha de chorar, sua resposta foi: “Claro que não, até Jesus chorou”. A grande diferença, amados irmãos, é que o choro de Jesus relatado em nos evangelhos, sempre foi por lamentar a condição humana do pecador que não conhece a Deus e por aqueles que o rejeitam deliberadamente.
Em Lucas 13.34, Jesus lamenta, por causa da rebeldia de Jerusalém, que resistia à graça e à vontade de Deus.

Conclusão
A sociedade pecaminosa, rebelde e apóstata em que vivemos, não terá outro pagamento, senão a execução do juízo de Deus. Todos que rejeitam ao Senhor e os seus ensinamentos provarão da ira vindoura. Resta-nos, orar, lamentar aos pés doSenhor e acima de tudo anunciar o Evangelho das Boas Novas.
Em Cristo

por: Eduardo Sousa

Ensinador Cristão / Portal Padom

Deixe sua opinião