Bispos Poloneses advertiram membro da ICR a não apoiarem a fertilização invitro

Bispos da Polônia advertiram os membros da Igreja Católica Romana que não poderam receber a Sagrada Comunhão os que apoiarem a fertilização in vitro, porque é uma violação da lei da igreja comparável ao aborto, os relatórios Notícias Ecumênico Internacional.“A Igreja defende sempre os mais fracos, especialmente os totalmente indefesos, que incluem crianças concebidas”, o Conselho de Família da Conferência Episcopal havia dito em 19 de Maio. “Aqueles que matá-los, e aqueles que participam ativamente neste ato de matar ou fazer leis contra a vida concebida, incluindo a vida de uma criança em estado embrionário, que é em grande parte destruída por no processo in vitro, estão em conflito aberto com o ensinamento da Igreja Católica. ”
A declaração do conselho foi publicada em meio a polêmica sobre os planos do governo do primeiro-ministro polaco Donald Tusk para uma nova lei de bioética que permitiria IVF ser financiado pelo orçamento da saúde do Estado.

Traduzido por: www.padom.com.br

christiantelegraph / Portal Padom

Deixe sua opinião