Música Gospel – A banda gospel australiana Hillsong United encerrou a sua turnê na Espanha com seu concerto em Madrid, realizada na última quarta-feira no Palácio Vistalegre, atraiu milhares de pessoas, entre elas uma grande quantidade de católicos.

Segundo o site Religión en Libertad, um em cada três participantes era católico, com dois terços do público evangélico. Foram a maior presença de católicos que no concerto de 2011 da Hillsong Live em Madrid.

“Está cheio de padres”, disse surpreendida uma menina evangélica a uma amiga católica, ambas vindas de Alcalá. Havia meia dúzia de padres clerical… e outros tantos, com aproximadamente 40 anos de idade, repartidos aqui e ali, cada um acompanhando um grupo de paroquianos. Não pareciam tantos quando se contavam, mas eles eram muito visíveis.

Cerca da metade dos sacerdotes estavam ligados de alguma maneira a Renovação Carismática Católica, corrente em que mais jovens católicos contribuíram ao concerto. Além disso, havia algumas jovens freiras que estavam acompanhando um grupo de meninas, todas para ouvir a Hillsong.

À procura de um impacto duradouro

Depois de seu concerto em Barcelona na segunda-feira, o grupo australiano diz que estava “muito feliz e honrado por ter sido capaz de compartilhar e adorar com o povo de Barcelona, que tem tanta paixão por Jesus,” os membros da Hillsong expressavam em uma entrevista a imprensa antes de sua performance em Madrid, que seu desejo era que na capita todos juntos pudessem”glorificar o Senhor, que é o mais importante.”

Hillsong enfatizou é importante para o grupo  “impactar para além do lugar onde fazemos shows”, e que isso ao longo de mais de duas horas de música, sempre reservam, um lugar de destaque para “dar uma oportunidade para que as pessoas a reconheçam Jesus como seu Senhor e Salvador e se arrependam, e oram juntos por isso. “

A Igreja também é algo que os músicos australianos estão muito presente, e portanto disseram que a sua oração é que “pudessem transpassar as barreiras que constrói a religião“, e todos aqueles que gostaram de seu concerto em Madrid “vão com um sentimento real da chamada de Deus em suas vidas, mas também com um propósito real de levantar a igreja de Jesus Cristo onde está cada um”.

Perguntados sobre a sua forma de compor, Hillsong explicou que sempre busca inspiração nas noticias, na cultura, outros grupos, no dia-dia, mas sobre tudo “buscam na Bíblia, e no que Deus nos diz individualmente e como grupo”,porque fazemos o disco que Deus quer, não algo feito pelo homem”.

Os músicos australianos expressaram que sua esperança é que todos o que participam de seus shows “exaltem a Deus conosco” e entendam que “nosso nome é United, porque cremos que pra construir a igreja somos todos necessários, não apenas nós porque somos uma banda conhecida chegada da Austrália“; e tem reinterado que “não importa como somos, se estamos dispostos, Deus vai atuar através de cada uma de nós”. –  cbn

Portal Padom

Deixe sua opinião