gratidaoA gratidão é um dos sentimentos mais nobres que existe. Ser grato é abrir o coração e deixar fluir este sentimento que envolve a nossa alma. Ser grato é reconhecer um benefício que recebemos e que nada nos custou, embora seja algo tão caro e tão relevante. Para ser grato é preciso ter sensibilidade, humildade, enfim, é preciso ter amor.

Só agradece as bênçãos de cada dia quem pode ver e sentir a beleza da flor, a importância do ar e a ternura do orvalho. A relva sorri e agradece na sua simplicidade sentindo de manhã os primeiros raios do sol, após uma noite fria e uma madrugada gélida. Assim devemos ser, assim devemos agir sendo gratos ao Criador que entre tantas dádivas nos deu a vida.

Infelizmente, porém, quanta ingratidão ainda existe no mundo! E a ingratidão gera outros sentimentos como: reclamação, murmuração, ódio e vingança. Uma pessoa ingrata é capaz de pagar o bem com o mal agindo como se estivesse fazendo algo normal. Uma pessoa ingrata é espiritualmente cega, pois não vê e não reconhece o bem que recebe todo dia. Ela consegue transformar em maldição as bênçãos que Deus lhe concede enquanto caminha, trabalha e respira. Tudo é motivo para reclamação, impropérios, xingamentos e escândalo. Ela só vê o mal e sempre acusa as demais pessoas se esquecendo muitas vezes que nós colhemos aquilo que plantamos. É fácil reconhecer uma pessoa ingrata, pois geralmente ela nem responde o “bom dia” que recebe preferindo ficar calada, ou simplesmente virar o rosto. É uma pessoa extremamente triste, sozinha e infeliz.

Por outro lado, uma pessoa grata atrai coisas boas e está sempre pronta a fazer o bem, pois tem certeza de que está é a única forma de recebermos o bem. Ela ajuda as pessoas sem esperar nenhuma recompensa – e assim o faz em gratidão pelo que recebeu e recebe a cada dia. Ela é capaz de ver nas pequenas coisas grandes motivos para se alegrar e razões para agradecer, pois o seu coração é bom, sensível, amável e doce. Muitas vezes ela contagia a quem está por perto e consegue transformar um ambiente hostil num local agradável. Por onde passa há reações; suas palavras exalam perfume e transmitem alegria e um desejo incontrolável de fazer o bem. Na verdade, a gratidão gera outros sentimentos e forma uma corrente do bem. Só faz o bem quem reconhece que recebeu o bem e se sente impulsionado a espalhar a semente que germina e produz a bondade nos corações. Se a pessoa não tem este sentimento, ela age de forma mecânica e não vê razão para ajudar o próximo, pois não sente que foi ajudada. Esta é uma realidade que podemos ver todos os dias.

Seja grato, meu irmão! Agradeça a Deus pelo dia e pela flor que gentilmente se abre em nosso caminho. Agradeça pela luz, pelo ar, pelo alimento. Agradeça a Deus por este momento! A gratidão é um sentimento tão nobre que nos ensina que devemos ser gratos até pelas coisas ruins que nos acontecem. A gratidão, sem dúvida, é um dos sentimentos mais nobres inerentes ao ser humano. “Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (I Tessalonicenses 5.18). Amém.

Por Cícero Alvernaz

Fonte: Ultimato

Deixe sua opinião