Dizendo que “o fundamento da liberdade é a fé“, o vice-presidente dos Estados Unidos, Mike Pence exortou no último domingo os membros de uma mega-igreja do Texas a orar pela nação e a confiar em Deus para levar a América “através desses tempos difíceis“.

Pence falou quase 30 minutos na Primeira Igreja Batista em Dallas, Texas, no mesmo dia em que ele também realizou uma conferência de imprensa em um hospital local com o governador Greg Abbott e outros para abordar um aumento nos casos de coronavírus no estado.

Pence usava uma máscara na igreja e a tirou para falar com a multidão. A oração e a fé, disse ele, são fundamentais durante as atuais crises americanas.

Acredito com todo o meu coração … que, se nos apegarmos a Ele, veremos nosso caminho nesses tempos difíceis, restauraremos a saúde de nossa nação, renovaremos nossa liberdade e inspiraremos pessoas em toda a terra com nosso testemunho do amor, compaixão e força que vêm em um relacionamento pessoal com Jesus Cristo”, disse Pence.

Falando no “Celebrate Freedom Sunday” da igreja, Pence citou comentários centrados na fé dos Pais Fundadores, Abraham Lincoln e Martin Luther King Jr. e disse que “a fé do povo americano continuará a aperfeiçoar nossa nação nas próximas gerações”.

O fundamento da América é a liberdade. O fundamento da liberdade é a fé”, disse ele.

Pence citou Lincoln dizendo: “É dever das nações e dos homens … reconhecer a verdade sublime, anunciada nas Sagradas Escrituras e comprovada por toda a história, que essas nações são apenas abençoadas cujo Deus é o Senhor“.

O vice-presidente referenciou as Escrituras com frequência e citou Filipenses 4:6-7: “Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.”, disse Pence.

Leia também!  Vaticano proíbe padre maçom de exercer a função

Enquanto nossa nação enfrenta esses dias difíceis, acredito mais do que nunca que precisamos de oração“, disse Pence. “Ao vir aqui hoje … eu queria encorajá-lo: ao celebrar a liberdade nesta próxima semana, pratique a oração de uma maneira renovada.”

Pence também contou à igreja sobre seu testemunho espiritual pessoal, que o envolveu em um festival de música cristã em 1978 em Wilmore, Ky. Mas esse evento quase não ocorreu. O organizador – disse Pence – casou-se recentemente e considerou cancelar o evento, acreditando que seria muito difícil se equilibrar com uma vida de recém-casado. Então, no dia culminante do evento, sábado, choveu. O organizador acredita que “não foi por nada”, disse Pence.

Mas o organizador não sabia que um adolescente de 17 anos estava no meio da multidão, sentindo-se convencido por seu pecado. Essa pessoa era Pence.

O organizador já escreveu a Pence.

“Lembro-me daquela noite: sentado na encosta de uma colina, estava chovendo, e foi como … ouvi as palavras pela primeira vez que Deus amou o mundo de tal maneira que enviou seu único filho, para que quem cresse nele não perecer, mas ter a vida eterna. Então me levantei e desci naquela noite – não por um senso de consentimento intelectual, mas porque meu coração estava quebrado de gratidão pelo que havia sido feito por mim na cruz.

Uma lição do evento de Kentucky, Pence disse, é “mesmo quando as coisas não parecem estar indo do jeito que esperávamos, elas estão indo do jeito que Ele esperava”.

Deixe sua opinião