Veja quais deputados foram contra e quem votou a favor do mínimo maior que R$ 545

0
80

Câmara rejeitou subir o mínimo para R$ 560 ou R$ 600 e votou com o governo
O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (16) o projeto de lei do governo que eleva o valor do salário mínimo de R$ 540 para R$ 545 em 2011.
O texto base da proposta governista foi aprovado em votação simbólica, mas outras duas emendas, protocoladas pela oposição, que exigiam um valor maior foram rejeitadas em votação nominal (sistema de voto eletrônico, com todos os presentes).
A primeira emenda votada pelos deputados foi a protocolada pelo PSDB, que exigia um reajuste para R$ 600. Dos 489 deputados que votaram, 106 foram favoráveis à proposta, 376 foram contra e sete se abstiveram.
Houve, porém, quem tenha se confundido com o sistema de votação e acabou errando. Foi o caso do deputado Tiririca (PR-SP), que se posicionou favoravelmente à proposta do PSDB, indo contra o governo e sua bancada. A assessoria do parlamentar diz que o humorista se enganou no momento da votação
Na sequência, a Câmara votou a emenda proposta pelo DEMI, que fixava o valor do mínimo em R$ 560. Nesta votação, 120 foram favoráveis à proposta do DEM, outros 361 foram contra, e 11 se abstiveram de votar.
O projeto de lei aprovado nesta quarta-feira foi elaborado pelo Palácio do Planalto e define, além do valor do mínimo em R$ 545, as regras para reajustes entre 2012 e 2015. O texto segue agora para votação no Senado, prevista para acontecer na próxima semana.

noticias.r7.com/brasil/lista_de_volantes.pdf”>Veja quem foi contra o mínimo de R$ 600

noticias.r7.com/brasil/Votacao-contra-dem.PDF” target=”_blank”>Veja quais deputados descartaram o mínimo de R$ 560

Veja os Deputados Evangélicos que votaram contra o Mínimo de R$ 600,00

R7 / Portal Padom

 

 

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui