A União Européia reiterou o seu apelo ao governo do Irã para libertar o pastor Youcef Nadarkhani, acusado de apostasia contra o Islã, convertido ao cristianismo sendo condenado a morte por enforcamento. A UE também pediu a liberação de Sakineh Mohammadi Ashtiani, uma mulher acusada de adultério e condenada a morte por apedrejamento, que pode ser executada pelas mãos do sistema judiciário iraniano. Publica Noticias Cristiana.

“Milhares de pessoas continuam e risco de execução, incluindo a sra. Sakineh Mohammadi Ashtiani e o Pastor Youcef Nadarkhani. A União Européia reitera o seu apelo ao Irã para não executá-los”, disse a chefe de política externa da UE, Catherine Ashton em um comunicado.

A UE se junta à longa lista de países e agencias que condenam o Irã por sua negligência aos direitos humanos.

A Secretaria de Estado dos EUA, Hillary Clinton, França, Grã-Bretanha e México expressaram a sua condenação de pena de morte contra Nadarkhani.

Portal Padom

Deixe sua opinião