JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

 

(Salmos 118:24) – Este é o dia que fez o SENHOR; regozijemo-nos, e alegremo-nos nele.

Nem sempre as coisas saem como planejamos ou esperamos. Em alguns momentos somos frustrados naquilo que queremos ou pensamos. E logo vem o pensamento:

“Mais uma vez não foi como eu esperava…”

“Eu tinha algo diferente em minha mente…”

Deus faz cada dia para que seja aproveitado em toda a sua intensidade com alegria, com perseverança, com vontade de que cada dia seja o melhor de nossas vidas apesar de saber que um novo dia virá, mas, não sabemos se estaremos nele.

Por vezes nos pegamos ao longo do dia remoendo o passado, pecados ou frutos de pecados e deixamos de ver que o nosso Deus prepara cada dia com amor e por amor. Ficamos tristes e deprimidos e precisamos entender que isso faz parte da naturalidade de nossa vida, mas não pode perdurar todo o tempo do nosso dia.

Vamos passar por muitas tribulações e aflições. Vamos nos decepcionar com muitas pessoas, mas temos por nossa esperança Aquele que já levou tudo isso na cruz do calvário, Jesus, o Cristo.

Então, ao acordar a nossa maior necessidade não é a nossa necessidade física ou material, mas sim a necessidade de sermos gratos a Deus pelo dia maravilhoso que nós teremos.

Viva cada dia por vez!

Há muitas pessoas que tentam viver vários dias em um só. Vários meses e até anos em apenas um dia. Sabe o que acontece com essas pessoas?

Elas não fazem aquilo que elas gostariam de fazer, viver.

Isso acontece muitas vezes porque nos sentimos culpados, preocupados e com a dúvida “quem sou eu?”

  • Culpado por não ter se preparado melhor para a vida.
  • Culpado por não ter feito as escolhas certas na hora em que eram para serem tomadas.
  • Culpado por não ter priorizado aquilo que seria necessário.
  • Preocupado com as dívidas, cartões de crédito, empréstimos etc.
  • Preocupado com o que pode faltar sem saber se realmente irá faltar.
  • Preocupado com a saúde. Preocupado com o trabalho. Preocupado com a igreja.
  • Quem sou eu?

Alguém que nasceu apenas para viver no mar das preocupações e das culpas?

Não! Você não nasceu para viver na escuridão das culpas, dos medos, das preocupações ou das dúvidas.

Esses pensamentos são normais em nós seres humanos que sentimos de forma muito incisiva o peso da frustração quando estamos passando por algum tipo de dificuldade ou conflito interior.

(João 8:12) – Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.

(Mateus 5:13) – Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.

(Mateus 5:14) – Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; (I Pedro 2:9) – Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;

Com Jesus nós aprendemos algo que é capaz de fazer cair por terra o peso de nossas frustrações, conflitos e decepções. O Seu grande e infinito AMOR.

Eu quero lhe convidar nesse dia a olhar não para a feiúra das frustrações e das decepções, mas, para a beleza do Amor de Cristo por você. Esse amor que é incondicional, ou seja, seja você a mais das perfeitas criaturas ou a maior das errantes que possa existir. Estando você aborrecido ou de bem com a vida. Triste ou alegre. Sorrindo ou chorando. Satisfeito ou insatisfeito. Botando pra fora suas amarguras ou exalando a mais alta estima.

Ele te compreende!

Ele te compreende assim como compreendeu Pedro quando o negou. Jesus não condenou Pedro, mas, diferentemente do que as pessoas fazem, Jesus o absolveu sabe por quê?

Porque a compreensão da natureza humana por parte de Jesus é baseada na intimidade e na capacidade de mover-se de íntima compaixão, ou seja, sentir a dor do outro, sentir as frustrações do outro, sentir os medos que cada um de nós tem em sentir o peso da decepção conosco mesmo. Jesus compreende a nossa natureza, não porque ele é natural, mas, porque Ele é superior a nós. Ele é sobrenatural. Ele é Deus!

Olhe para aquilo que Ele lhe deu de mais precioso, a Sua vida para que você tivesse vida. E essa vida que Ele lhe deu pela vida Dele que Ele entregou naquela cruz tem que ser vivida e celebrada todos os dias e em especial hoje.

Jesus tem te carregado nos braços ao longo dos anos de sua vida, ainda que você não consiga enxergar as suas pegadas na areia. Ainda que parte desses anos você não soubesse que Ele existisse. Ainda que parte desses anos pensasse que ninguém lhe entendia.

Ele sempre te entendeu!

Assim como entendeu aquela mulher adultera que foi exposta por outros tantos seres humanos como ela em plena praça pública. Exposta à vergonha e humilhação que o pecado lhe imputava. Ao olhar para essa passagem eu creio por uma inspiração divina que um dos pensamentos de Jesus no momento em que escrevia na areia era o seguinte:

“Não sei o que é pior para essa minha filha… Sofrer com o peso da vergonha e humilhação do pecado ou sofrer com o peso da acusação daqueles que pensam ser melhores do que ela, daqueles que pensam ser isentos de pecar, daqueles que pensam que os seus pecados jamais serão passíveis de serem descobertos.

A pergunta de Jesus foi: “Aquele que não tiver pecado que atire a primeira pedra…”

Que coisa maravilhosa! Que lindo!

Jesus fez com que a própria consciência de cada um deles os acusasse. Não adianta tentarem te humilhar, exporem os seus pecados, te envergonhar porque a consciência dos que um dia te acusaram vão fazer com que eles venham recolher as pedras que jogaram e dizer: “Me perdoe!”

Jesus entende as nossas fraquezas, as nossas debilidades!

Celebrar o dia que o Senhor te deu é um acontecimento que está nesse exato momento sendo celebrado nos céus. Os anjos se alegram com Deus pelo seu dia, pela sua vida.

Por que não celebrá-lo na terra?

A sua importância vai muito mais além do que um presente, de uma dívida de cartão ou de uma necessidade. A sua importância é vital para a continuidade da semelhança de Cristo aqui nessa terra porque você foi feito à imagem e à semelhança Dele.

Eu tomei uma decisão hoje. Celebrar o dia que o Senhor me deu independente se tudo saiu como eu queria ou não. Independente se tem dinheiro no bolso ou não. Independente se passo por dificuldades ou não.

Porque o que me move para essa celebração é o mesmo que move o coração de Deus por você.

O AMOR!

(Romanos 8:35) – Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada?

O amor tudo sofre, tudo suporta, é benigno, paciente e dura para sempre assim como as misericórdias do Senhor.

Deus está dentro de você e você hoje está mais forte do que nunca.

  • Diga o fraco, eu sou forte!
  • Diga o fraco, eu sou forte!
  • Diga o fraco, eu sou forte!

Porque quando estamos fracos aí estamos fortes porque o poder do Senhor se aperfeiçoa em nossa fraqueza.

Você é a melhor parte que de Deus há e como não podemos celebrar aquilo que nós temos de melhor?  A vida!

Celebre a Vida!

Não posso! Estou impossibilitado por Deus, pelas minhas convicções de vida e fé e por acreditar no ser humano lindo e maravilhoso que você é.

Celebre o amor, a vida e a esperança que estão vivas dentro de você.

Porque HOJE É UM LINDO DIA QUE O SENHOR LHE DEU.

Nele, por Ele, para Ele.

Pr. André Lepre

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗