Traição: a vida da esposa assombrada pela amante

2
425

Geralmente a amante acredita que o homem vai terminar com a esposa para assumir um compromisso com ela. Apesar de a relação ser cômoda para a chamada outra mulher, algumas das grandes reclamações delas é não poder compartilhar de datas importantes e telefonar a qualquer momento, mas, assim mesmo, levam o romance adiante. Ninguém quer ser enganada, mas como a esposa pode evitar ou driblar essa situação?

“A partir do momento em que a deslealdade vem à tona é preciso que a esposa avalie com cautela se vale a pena levar a relação adiante. Ela tem o direito de fazer sua escolha”, diz o bispo Adilson Silva, apresentador do programa The Love School (A Escola do Amor). Segundo ele, a traição é fruto de uma falta grave do traidor, por, geralmente, ser desprovido de bom caráter, ou até mesmo por falhas da outra parte.

Independentemente da causa, é preciso haver forças para vencer a mágoa da traição e os impulsos do coração. “Normalmente, a mulher se desequilibra emocionalmente ou tem outro tipo de reação. Há aquelas que se deprimem, e preferem se isolar de tudo e todos. Já há outras que se enfurecem e acabam destruindo primeiramente o bem material que o marido mais aprecia”, comenta o bispo. Nessas situações, é preciso agir com a razão e não dar ouvidos ao coração. “Nada justifica, mas muitas mulheres reclamam que o marido chegou tarde em casa, em contrapartida, ele ouve, do outro lado, que a amante estava com saudade. Situações assim empurram o homem para o adultério.”

De acordo com o bispo, uma pessoa que tem uma boa índole jamais seguirá por esse caminho, repleto de traições, pois tem a certeza de que só causará sofrimentos. “Há quem tome essa atitude em momentos de raiva, após uma briga, por exemplo, e acabe se arrependendo depois. Mas, de qualquer forma, a esposa nunca pode deixar lacunas na relação, pois a amante trabalha exatamente esse ponto”, diz.

Dicas para evitar a traição

O bispo alerta também para a importância de amar a si mesmo. “Não fique se cobrando e nem discutindo com o parceiro à toa. Evite que a relação esfrie. Durante as brigas e após elas não faça cara de coitada, pois não é por pena que a pessoa vai ficar com você.”

A amante é mais segura, por isso a mulher tem que se valorizar, ser segura e parar de mendigar amor. O casamento é uma equipe, cada um tem que aprender a falar e saber ouvir. Nada justifica o adultério, mas identifique as lacunas e surpreenda seu companheiro.

Arca Universal / Portal Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui