starbucks transgeneros
A Fundação para a Campanha pelos Direitos Humanos nomeou a Starbucks como "Melhor Lugar para Trabalhar pela Igualdade LGBTQ"

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

A Starbucks anunciou esta semana que está aumentando seus benefícios de saúde para funcionários transgêneros. A empresa agora irá cobrir cirurgias que já foram consideradas cosméticas.

Desde 2012, a cirurgia de redesignação de gênero (mudança de sexo) caiu sob o guarda-chuva de benefícios da Starbucks, mas agora ela diz que procedimentos como redução ou aumento de mama, terapia de voz, cirurgia de feminização facial e transplante de cabelo serão incluídos.

Os benefícios ampliados são o resultado de uma colaboração entre a Starbucks e a Associação Profissional Mundial para a Saúde Transgênero, de acordo com The Hill .

Jamison Green, ex-presidente da WPATH, disse que a Starbucks é a primeira empresa a solicitar que a WPATH que ajude a transformar seus cuidados de saúde em benefícios médicos, de acordo com um artigo no site da Starbucks .

“A abordagem foi conduzida não apenas pelo desejo da empresa de fornecer uma cobertura verdadeiramente inclusiva e por conversas poderosas com parceiros transgêneros sobre como esses benefícios permitiriam que eles realmente fossem quem são”, declarou Ron Crawford, vice-presidente de benefícios da Starbucks.

A Fundação para a Campanha pelos Direitos Humanos nomeou a Starbucks como “Melhor Lugar para Trabalhar pela Igualdade LGBTQ“, recebendo uma pontuação perfeita no “Índice de Igualdade Corporativa 2018” da fundação, de acordo com The Hill .

A grande mudança em direção à cobertura médica adicional para transgêneros ocorre mesmo quando a empresa perdeu valor em Wall Street. O MarketWatch relata que as ações da Starbucks caíram 12,1% no acumulado do ano, enquanto o índice S&P 500 subiu 1,2% no período.

O presidente executivo da empresa, Howard Schultz, anunciou no começo do mês que está se aposentando depois de trabalhar para a Starbucks por mais de 30 anos.

Ele tem sido um forte defensor das questões sociais de uma forma que os críticos consideram partidária, de acordo com a Business Insider.

The New York Times informou que Schultz é frequentemente falado como um possível candidato presidencial para o Partido Democrata.

“Eu pretendo pensar em uma gama de opções, e isso poderia incluir o serviço público“, disse Schultz ao The Times . “Mas estou longe de tomar decisões sobre o futuro.”

Portal Padom

com informações CBN

Deixe sua opinião