Sete cristãos são presos por reunir-se para louvar a Deus no Laos

0
104

Noticias Gospel – De acordo com um comunicado da Christian Solidarity Worldwide (CSW, por sua sigla em Inglês), as autoridades locais da província de Savannakhet, no Laos, prenderam sete cristãos depois que eles se reuniram para louvar a Deus.

Lamentamos a decisão das autoridades locais de proibir a adoração cristã na aldeia de Boukham, e a prisão de sete cristãos. Infelizmente, este tipo de incidente ainda é comum na província de Savannakhet e outras partes do Laos, apesar do reconhecimento do cristianismo protestante por parte do governo”, disse Mervyn Thomas, diretor executivo da CSW.

A organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch para Lao Religious Freedom (HRWLRF) diz que os sete cristãos se reuniram para louvar a Deus na casa do Pastor Sompong Supatto. Após a reunião, foram presos.

Uma semana antes, oficiais da vila disseram que os cristãos não estavam autorizados a reunir para o culto na aldeia de Boukham, apesar de terem feito há anos.

Os sete cristãos, entre 18 e 60 anos, estão detidos na sede do governo da aldeia Boukham. Sendo que o Pastor Sompong continua algemado.

Também em Savannakhet, cinco cristão acusados terem assassinado  um cristão convertido em junho deste ano, permanecem detidos, apesar de terem sido declarado “inocentes”. O Ministério Público concluiu que o pastor Savannakhet Kaithong e quatro cristãos detidos desde 23 de junho não cometeram qualquer crime. Relatórios recentes dizem que a saúde dos cinco cristãos piorou desde sua prisão.

Uma pesquisa feita por Christian Solidarity Worldwide 2012-2014 identificou que Savannakhet é uma das províncias que tem cometido as piores violações contra os cristãos no Laos, incluindo despejo, detenção, prisão, interrupção dos serviços religiosos, participação forçada em cerimônias animistas e ameaças.

“Nós apelamos ao governo central que proteja e promova os direitos das pessoas de todas as religiões ou crenças, em todo o país. Além disso, pedimos às autoridades locais na província de Savanaakhet para libertar os sete cristãos presos em aldeia Boukham e os cinco cristãos “, concluiu Thomas.

Portal Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui