Seria o fim – Maior carrasco do Estado Islâmico foi morto nesta sexta-feira

0
126

Noticias gospel – Nesta sexta-feira (13) os Estados Unidos realizou ataques aéreos na cidade síria de Raqqa, e segundo o grupo de monitoramento Observatório Sírio para os Direitos Humanos, o ataque matou o maior carrasco do Estado Islâmico, responsável por diversas mortes cruéis.

Jihadi-JohnO britânico conhecido como “Jihadi John”, apareceu em vários vídeos sendo o autor de decapitações de reféns norte-americanos e britânicos. Ele era conhecido no Ocidente pela frieza e crueldade em executar os reféns.

De acordo com a reportagem da Reuters, “um carro que levava quatro líderes estrangeiros do Estado Islâmico, incluindo um jihadista britânico, foi atingido por ataques aéreos dos EUA perto do edifício do governo da cidade de Raqqa”, disse Rami Abdulrahman, diretor do grupo de monitoramento sediado na Grã-Bretanha, à Reuters.

“Todas as fontes no local estão dizendo que o corpo de um importante jihadista britânico está em um hospital de Raqqa. Todas as fontes estão dizendo que é Jihadi John, mas não posso confirmar pessoalmente”, acrescentou.

Autoridades norte-americanas disseram que os EUA realizaram um ataque aéreo na Síria na quinta-feira tendo como alvo o militante britânico, que foi identificado como Mohammed Emwazi.

O Pentágono informou que ainda estava investigando os efeitos do ataque na cidade síria de Raqqa, nomeada capital do Estado Islâmico.

Caso a morte seja confirmada, seria um progresso importante na campanha liderada pelos EUA contra o grupo, após um ano das promessas do presidente norte-americano, Barack Obama, de justiça pelas mortes de reféns norte-americanos.

André Santos

Portal Padom

Deixe sua opinião