Temos lá fora uma luta a ser lutada, uma guerra a ser vencida, mas é preciso que nos lembremos que nesse corre-corre da vida, a nossa casa não pode ser esquecida e negligenciada, sob pena de que de repentecomece a ruir diante dos nossos olhos até não haver mais solução, a não ser conflitos , frustrações e por fim a sua fragmentação.
Um caminho seguro para vida em família, é fazer tudo segundo os princípios estabelecidos pelo Criador, aliás, a ausência destes princípios é que levam a família a uma condição de não funcional, onde tudo dá errado e os problemas se amontoam.
Veja o que o Senhor diz sobre isso em Jr 7:23 “ Mas isto lhes ordenei, dizendo: Dai ouvidos à minha voz, e eu serei o vosso Deus, e vós sereis o meu povo; e andai em todo o caminho que eu vos mandar, para
que vos vá bem”.
E aí, o leitor pergunta, mas quais são estes princípios, para que eu os adote para minha família. Ora, eles são muitos e estão contidos na Palavra de Deus, mas de qualquer forma, quero mencionar aqui apenas
alguns para nossa reflexão.
Já no começo de uma nova família faz-se necessário que o homem e a mulher, futuro casal, deixem as pessoas que mais amam, deixem o conforto e a segurança de um lar estabelecido, e comecem a construção
de um novo lar. Este princípio pode parecer muito fácil, porém, muitos têm dificuldades de realmente deixar pai e mãe, continuam ligado pelo cordão umbilical e, não raramente, a sogra provoca a separação do
casal.
Feito isto é preciso unir-se, ou seja, tornar-se uma só carne, um só pensamento e propósito de vida, caminhando sempre em unidade, procurando sempre um cuidar do outro e assim, ambos ficam protegidos.
O marido suprindo a esposa com afeto e ternura, dentre outras necessidades, e recebendo dela o reconhecimento e um bom sexo. Nisso também o Senhor está, veja Jr 32:36 “ e eu lhes darei um só coração e
um só caminho, para me temam todos os dias de suas vidas, para o seu bem e o bem de seus filhos”.
Entender quais são os propósitos de Deus para a família também é importante, porque servirá como uma guia mestra e levará ao sucesso familiar. E os propósitos de Deus são no sentido de que o casal deva refletir aquilo que Deus é, no seu proceder e nas suas decisões, de forma a impactar positivamente o mundo a sua volta. É só olharmos para o relacionamento de Jesus com sua noiva e entenderemos o que Ele
espera de um casal.
O casal não deve pensar que eles estão juntos somente por uma escolha pessoal e para a sua alegria particular, não. É preciso entender o que o Senhor espera deles algo ainda maior. Ele espera que gerem filhos
para Deus, e que esses filhos sejam poderosos na terra, conforme o Salmo 112:2 onde se lê : “ A sua descendência será poderosa na terra, a geração dos justos será abençoada”. Poderosos em que? Poderosos na pratica do bem e da justiça, poderosos em estatura moral, grandes em bondade e graça, ainda que no anonimato ou longe dos olhos da grande massa humana. Aqui não há promessa de que eles serão conhecidos do grande público, que estarão na mídia, de que serão ícones globais, não, mas apenas que eles serão importantes no lugar e para o lugar onde se encontram. Pense nisso, uma geração justa gera filhos
poderosos, ou seja, pais retos, filhos valorosos.
O Criador planejou que as famílias deveriam dominar a terra (Gn1:26) com amor e justiça. Já pensou a vida na terra formada por pessoas que vivem os planos de Deus, que pensam nos mais fracos, que se comprometem com o outro sem dele fazer usura? Já pensou você vivendo entre pessoas mais tolerantes, mais pacientes, cuja bondade se vê nos atos e a compaixão se comprova quando as coisas não são como deveriam
ser, que se preocupam com as crianças e com os velhos? Essa é a visão de Joel capítulo 2, jovens tendo visões para o futuro como pessoas maduras e velhos voltando a sonhar como meninos.
Um dia Jacó, com outras palavras , disse ao seu sogro Labão: “ Será que não está na hora de fazer alguma coisa pela minha própria família? (Gn 30:30 ). Será que não está na hora de nós cristão ampliarmos nossa
visão para a família, levando-a a cumprir não somente os nossos propósitos de alegria, mas que ela cumpra os propósitos de Deus e que a nossa casa seja um farol na escuridão, um oásis no deserto, um porto
seguro para o perdido? Que nossas casas sejam nascedouros de pessoas do bem, filhos para Deus, que serão como frechas que acertam o alvo, que cumprem o seu papel planejado pelo Eterno e mais que se reproduzam
e encham a terra. Lugar onde o marido não vê na mulher apenas um fonte de prazer, mas uma filha de Deus em missão, uma companheira de caminho que necessita de cuidados. Lugar onde a esposa está comprometida não somente com seus pensamentos egoísticos de moda e beleza e tantas outras coisas miúdas, mas que crê em algo maior para si e sua prole.
Creio que este é o desafio para os crentes de hoje, uma família bendita, que antes de pensar na sua satisfação material, saibam que tem um compromisso com o Criador, sendo o casal o espelho daquilo que
Cristo é com sua noiva, e que a família viva num ninho de amor, um pedacinho do céu, um lugar seguro para o aperfeiçoamento dos filhos.
Busque viver este sonho de Deus. Dê passos concretos nesta direção, tome decisões acertadas, repense e refaça a sua família, com a ajuda de Deus.

Abc Pr Ismael

Portal Padom

Deixe sua opinião