franklin graham inglaterra
As autoridades inglesas, temem que o evangelista Franklin Graham pregue contra a homossexualidade e o islamismo.

No início deste ano, o evangelista Franklin Graham foi advertido pelo Conselho de Blackpool, na Inglaterra que seu evento programado para o mês de setembro poderá ser cancelado se for descoberto que ele pretende incitar o ódio contra a comunidade LGBT e o Islamismo. Em resumo eles temem que Graham pregue o Evangelho denunciando esse tipo de pecado.

O Conselho de Blackpool reiterou sua posição sobre a organização de eventos públicos, em resposta aos apelos para que o Festival Esperança do evangelista fosse cancelado sobre as alegações de que ele encoraja o preconceito.

A Conselheira Maria Kirkland disse: “Se as questões forem trazidas à nossa atenção, que podem constituir incitação ao ódio, nós as encaminharemos para as autoridades públicas relevantes e, se isso for provado, não hesitaremos em encerrar este evento.”

A Associação Evangelística Billy Graham, da qual Franklin Graham é o diretor executivo, está se juntando às igrejas de Lancashire para realizar o evento no Blackpool Winter Gardens entre sexta-feira 21 e domingo 23 de setembro.

Mas milhares de pessoas assinaram uma petição conclamando o governo do Reino Unido a proibir a entrada do evangelista no Reino Unido, dizendo que ele tem opiniões homofóbicas e islamofóbicas e “promoverá preconceito e ódio”.

O Conselho de Blackpool disse que as preocupações levantadas sobre o Festival Esperança foram “exploradas com muito cuidado” e a oposição da autoridade à discriminação é “robusta e clara”.

A autoridade também disse que estava enviando preocupações sobre Franklin Graham para o Ministério do Interior, que estaria em posição de decidir se sua conduta infringia a lei do Reino Unido.

Explicando o plano atual do conselho para honrar a reserva do local, Maria Kirkland acrescentou: “Teremos uma obrigação contratual com a organização Billy Graham Evangelistic, sobre a sua reserva no Winter Gardens. Além disso, aceitamos igualmente os princípios democráticos cruciais da liberdade de expressão e dos direitos associados à expressão religiosa sob a Lei de Direitos Humanos”.

Em contrapartida a Associação Evangelística Billy Graham, diz que “Será um evento positivo e encorajador com música e também uma mensagem de Franklin Graham sobre a esperança que pode ser encontrada através de um relacionamento com Jesus Cristo. Será livre e todos serão convidados a participar.”

Em resposta aos comentários do conselho, Tell MAMA – uma instituição de caridade que mede incidentes antimuçulmanos no Reino Unido – disse: “Dadas as declarações anteriores que destacamos em detalhes no ano passado, estamos preocupados com a visita ao Reino Unido e os impactos a coesão social do nosso país.”

“Acreditamos que, dadas as declarações anteriores feitas por Graham, haverá uma oposição significativa a ele participando e falando no Reino Unido”.

Empresa de ônibus remove anúncios de Franklin Graham para agradar os homossexuais e islâmicos

Anúncios colocados em ônibus promovendo um evento da igreja em Blackpool, Inglaterra, que contará com Franklin Graham, estão sendo removidos após uma série de reclamações terem sido feitas.

Leia também!  Pastor Franklin Graham elogia o Papa Francisco por comentário contra o aborto

A Blackpool Transport, que supervisiona os ônibus, afirmou que os anúncios “resultou em um aumento de tensão”.

Segundo a empresa, um número considerável de pessoas tinha ido às mídias sociais para alegar que Franklin Graham estaria pregando o ódio e a homofobia no evento que será realizado nos Winter Gardens da cidade em setembro.

Jane Cole, diretora-gerente da Blackpool Transport, disse: “A remoção desses anúncios é resultado de ouvirmos e agirmos sobre o feedback do cliente e do público, que pretendemos fazer o tempo todo”. Ela disse ainda que a “Blackpool Transport é uma orgulhosa apoiadora das comunidades Pride e LGBT + e de forma alguma pretendemos causar qualquer sofrimento ou chatear.”

Vários deputados levantaram preocupações sobre a visita de Franklin Graham a cidade litorânea da Inglaterra, a Blackpool, temendo que ele repita declarações anteriores condenando a homossexualidade e o islamismo.

Em entrevista ao site Premier no início deste ano, Graham disse: “Eu não estou vindo para pregar ódio, estou aqui para pregar sobre um salvador – Jesus Cristo que pode fazer a diferença em nossas vidas se depositarmos nossa fé e confiança nele “

Sua visita, no entanto, está sendo apoiada por muitos líderes da igreja local.

Franklin Graham liderou eventos de evangelismo em todo o mundo em seu papel como presidente da Associação Evangelística Billy Graham.

Ele também alcançou milhões de pessoas através de seu trabalho de ajuda com a caridade Samaritans Purse.

Portal Padom

Com informações Premier

Deixe sua opinião