A Polícia Civil abriu inquérito, nesta segunda-feira (18), para investigar a denúncia de que seguranças da Igreja Universal do Reino de Deus agrediram e algemaram o estudante Valdlayghiton Góis Duarte, de 19 anos, dentro do templo da Avenida Constantino Nery, bairro São Geraldo, zona centro-sul de Manaus. O crime ocorreu na tarde de sábado, por volta das 16h, durante um culto naquela igreja.

Em depoimento à polícia, o estudante disse que é evangélico e foi à Igreja Universal com um grupo de amigos. Durante o culto, ele foi ao banheiro, mas foi abordado por um segurança, que o chamou de ladrão e o acusou de estar tramando um assalto. “Eu estava de bermuda e ele suspeitou de mim”, afirmou. Segundo Valdlayghiton, outros cinco seguranças o agrediram com chutes e tapas, em seguida o algemaram e o levaram a uma sala, onde o revistaram e fizeram perguntas.

“Depois que viram que eu não estava armado e fui à igreja para visitar, eles me levaram para fora do templo, tiraram as algemas e me liberaram”, disse. O caso foi registrado ontem, no 1º Distrito Integrado de Polícia (1º DIP).

Procurado pela reportagem, o pastor José Martins informou que irá apurar os fatos, em seguida tomar as medidas cabíveis.

d24am / Portal Padom

Deixe sua opinião