Trump pede o fim da 'perseguição religiosa em todo o mundo' no 850º aniversário da morte de Thomas Becket
Trump pede o fim da 'perseguição religiosa em todo o mundo' no 850º aniversário da morte de Thomas Becket

Esta semana, o presidente dos Estados Unidos Donald Trump fez uma proclamação repleta de citações profundas sobre fé e liberdade, com o objetivo de reafirmar a missão da América de acabar com a perseguição religiosa em todo o mundo.

A proclamação foi feita durante a celebração do 850º aniversário do martírio de São Tomás Becket, um padre e arcebispo britânico que foi morto por sua fé, por defender a liberdade religiosa.

O presidente Trump declarou: “A morte de Tomás Becket serve como um lembrete poderoso e atemporal para todos os americanos de que nossa liberdade da perseguição religiosa não é um mero luxo ou acidente da história, mas sim um elemento essencial de nossa liberdade. É nosso tesouro e herança inestimáveis. E foi comprado com o sangue dos mártires.”

Aqui estão mais alguns destaques da declaração do presidente Donald Trump:

“Uma sociedade sem religião não pode prosperar. Uma nação sem fé não pode perdurar – porque a justiça, a bondade e a paz não podem prevalecer sem a graça de Deus.”

“Como americanos, estávamos primeiro unidos por nossa crença de que ‘rebelião aos tiranos é obediência a Deus’ e que defender a liberdade é mais importante do que a própria vida. Se quisermos continuar a ser a terra dos livres, nenhum funcionário do governo, não governador, nenhum burocrata, nenhum juiz e nenhum legislador deve ter permissão para decretar o que é ortodoxo em questões de religião ou exigir que os crentes religiosos violem suas consciências.”

“Nenhum direito é mais fundamental para uma sociedade pacífica, próspera e virtuosa do que o direito de seguir as próprias convicções religiosas. Como declarei na Praça Krasi?ski em Varsóvia, Polônia em 6 de julho de 2017, o povo da América e o povo do mundo ainda clama: ‘Queremos Deus’.”

“Para honrar a memória de Tomás Becket, os crimes contra as pessoas de fé devem parar, os prisioneiros de consciência devem ser libertados, as leis que restringem a liberdade de religião e crença devem ser revogadas e os vulneráveis, os indefesos e os oprimidos devem ser protegidos. A tirania e o assassinato que chocou a consciência da Idade Média nunca deve acontecer novamente. Enquanto os Estados Unidos permanecerem, sempre defenderemos a liberdade religiosa.”

Franklin Graham agradece Donald Trump por defender a liberdade religiosa

O pastor Franklin Graham, postou na manhã desta quinta-feira, em suas redes sociais, um agradecimento ao presidente Donald Trump e a sua administração, que tem defendido a liberdade religiosa em todo o mundo.

Compartilhando um trecho da proclamação de Trump, em que dizia “Uma sociedade sem religião não pode prosperar. Uma nação sem fé não pode resistir-porque a justiça, a bondade e a paz não podem prevalecer sem a graça de Deus.”, Graham elogiou mais uma vez o presidente Trump, dizendo que sua declaração é verdadeira.

Deixe sua opinião