Professor cristão no Paquistão é agredido por se recusar a converter aos islamismo

1
150

Paquistão , 25 de junho (CDN) – Estudantes muçulmanos atacaram um professor da Christian University College de Peshawar neste mês depois que ele se recusou a se converter ao islamismo.
O professor de psicologia John Samuel , pai de quatro filhos que tem ensinado na faculdade , localizada em Hayatabad , Peshawar, disse que, quando ele saiu de sua casa no campus da faculdade particular às 8:30 da manhã no dia 14 de junho, cerca de 20 a 25 estudantes correram e o agrediram.” Eu gritei por socorro, mas ninguém apareceu para me ajudar “, disse ele
Quando sua mulher soube que estava acontecendo, ela correu para ajudá-lo, mas os estudantes também a agrediram . John e sua mulher foram levados para hospital Lady Reading , onde foram tratados de seus ferimentos,o estado de John é critico.
“Ainda estou recebendo ameaças “, o professor disse ao Compass . ” Eles dizem: ‘ Deixe a universidade ou aceitam o Islã – se você não converter, vamos matar sua família. ”
A polícia se recusou a registrar um relatório de informação sobre o incidente , disse ele.
Um grupo de cinco estudantes visitaram John no dia 15 de maio , ele disse.
” Eles disseram: ‘Professor, você é um bom professor e um bom ser humano , por favor, converta-se ao islamismo , que irá fornecer-lhe tudo que você precisa , ” disse John. “Fiquei surpreso e disse: ‘ Por que vocês querem me converter ? Eu sou um cristão , e Jesus Cristo é meu Salvador – Ele me dá tudo. ”
Um dos estudantes ficou irritado , dizendo: ” Não se esqueça que você é um homem de família “, disse John . “Eu disse, ‘Eu não tenho medo de ninguém, Deus vai me proteger e a minha família. ”
Ele relatou o caso ao reitor da faculdade , mas o oficial foi incapaz de tomar qualquer ação, pois os conselhos islâmicos de alunos são apoiados por partidos políticos e poderosos grupos islâmicos, disse o professor.
Sua família ficou preocupada , e falou de outros professores que estão em greve em nome de John , exigindo um pedido de desculpas dos alunos que o ameaçaram.
“Eles disseram , ‘Isto é uma universidade , ninguém vai poder tomar a lei nas suas mãos – somos professores e estamos para ensinar a todos e não discriminar pela religião, casta, credo ou cor “, disse John.
Mas nenhuma ação foi tomada contra ninguem. John subseqüentemente enfrenta várias formas de assédio de diversos grupos de estudantes islâmicos que atiraram pedras em sua casa , enviram cartas ameaçadoras e ameaçaram sua família por telefone, ele disse.
John recentemente recebeu um prêmio por melhores resultados em psicologia em faculdades de toda Província Khyber – Pakhtunkhwa. Alguns professores muçulmanos e associações de estudantes muçulmanos ficaram chateados que um professor cristão tenha recebido tanta atenção, segundo fontes cristãs.

Estudantes Pressionados
Separadamente, em Danna aldeia no sul da província de Punjab , os administradores muçulmanos disseram a três estudantes cristãos da oitava série, para sairem da escola porque eles se recusaram a se converter ao Islã.
Um novo professor de Estudos Islâmicos , que veio de outra aldeia para o Governo High School Danna instou os estudantes em sua classe , Sunil Masih, Shazia Naeem Masih e Nasir , para se converter ao Islã , segundo o pai de Sunil, Ejaz Masih .
O professor, Muhammad Khan Shaqoor , é também um líder muçulmano .
“O professor começou por dizer , ” Sunil, Shazia e Nasir, se convertam ao islamismo – é a verdadeira religião , e você vai direto para o céu “, disse Ejaz Masih .
Imtiaz Khan pediu para explicar os detalhes do que aconteceu, mas outros membros do pessoal da escola apoiaram o novo professor, Masih disse. No dia 16 de junho , sob pressão de outros professores , o diretor disse aos pais para retirar as crianças da escola , a menos que estivessem dispostos a se converter ao Islã.
“Nós temos sido forçados a deixar a vila “, disse Javed . “A polícia se recusou a nos ajudar. Estamos aqui indefeso . ”
Masih , juntamente com Sohail Boota Masih e Naeem , e os pais de outras crianças , que fugiram da vila com suas famílias. Seus filhos eram apenas estudantes cristãs na escola.

Traduzido por: www.padom.com.br

Compass Direct News / Portal Padom

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui