Preso outro suspeito de matar estudante na frente dos pais

1
94

Policiais da 6ª Delegacia de Polícia de Cidade Nova, no Rio de Janeiro, prenderam mais um suspeito de participar do assassinato da estudante de administração Karla Leal dos Reis, 25 anos, morta na frente dos pais no último domingo durante um assalto no Estácio, próximo à sede administrativa da prefeitura do Rio. Ela foi sepultada ontem, no Cemitério São Francisco de Paula, no Catumbi.De acordo com a polícia, o suspeito detido foi reconhecido pela mãe da vítima como o autor do tiro que matou a jovem. O pai de Karla deve fazer o reconhecimento ainda nesta terça-feira.

Augusto César de Souza, 27 anos, foi detido na praça Cruz Vermelha, no Centro. Segundo a polícia, ele é um dos moradores de rua que freqüentam o local. O acusado negou ser o autor do disparo. Ele afirmou na delegacia que é ambulante e que no dia do crime estava na casa de parentes em Coelho Neto. No entanto, Augusto foi reconhecido pela mãe da vítima, apesar de estar sem bigode, uma das principais características apontadas pelos pais da vítima no retrato falado.

Segundo a delegada da 6ª Delegacia de Polícia, Juliana Rattes, o acusado ficou de apresentar um álibi nos próximos dias. Souza tinha sete passagens pela polícia e já havia sido condenado por roubo. Ele está com a prisão temporária decretada por 30 dias. A polícia ainda procura outros dois homens que teriam participado do assalto. Conforme a descrição dos pais de Karla, eles seriam menores de idade.

Karla e os pais voltavam de um culto no bairro da Penha, na zona norte. No bairro do Estácio eles foram abordados por três homens armados. A jovem foi baleada pelas costas após ter a bolsa roubado. Ela pediu ao bando que devolvesse ao menos sua bíblia e o crachá da Caixa Econômica Federal onde trabalhava como estagiária. O corpo dela foi sepultado nesta segunda-feira, no Cemitério São Francisco de Paula, no Catumbi.

Nessa segunda-feira, outros dois suspeitos foram presos. Porém, o pai e a mãe de Karla não reconheceram os acusados na delegacia. A polícia tem o retrato falado de um dos três criminosos que participaram da ação.

Fonte: JB Online

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui