Presidente iraniano diz que Israel é “um tumor canceroso que deve ser removido”.

O comandante da Força Aeroespacial da Guarda Revolucionaria o general Amir Ali Hayizadeh, disse hoje que um possível ataque de Israel ao Irã daria motivo para os militares iranianos “libertar toda a humanidade desse tumor canceroso”.

Hayizadeh repete assim as palavras do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadineyad, em um comício disse ontem que o Estado de Israel “é um tumor canceroso que deve ser removido até a ultima célula.”

Em resposta às últimas ameaças do governo israelenses de atacar as instalações nucleares do governo do Irã, Hayizadeh disse que a reação do Irã a qualquer agressão será “rápida, extensa e destrutiva“, em um comunicado divulgado pela agência de notícias oficial, IRNA.

De acordo com o oficial, “a resistência islâmica, anti-Israel, há muito tempo procura uma oportunidade de vingar os massacres” de palestinos detidos por Israel, e este seria um motivo para levar a cabo sua vingança.

“Se o regime sionista realizar suas ameaças, nos dará a oportunidade de remover esse regime inventado e jogá-lo para o caixote do lixo da história”, disse o chefe do grupo especial de defesa do sistema islâmico do Irã.

O general iraniano continuou dizendo que o Irã, “terá prazer se os sionistas (israelenses) realizarem suas ameaças, pois nos daria uma boa oportunidade e desculpa para acabar com esse regime, falso, ocupante e usurpador e livraríamos a humanidade desse tumor canceroso”.

Portal Padom

Traduzido e adaptado de acontecer cristiano

Deixe sua opinião