O PSC (Partido Social Cristão), na última segunda-feira anunciou o desligamento do jovem Caíque Marcatt, que atuava no cargo de presidente do PSC Jovem.

Ele foi recentemente acusado por uma das coordenadoras do movimento Direita São Paulo de ter enviado fotos de suas partes íntimas em uma discussão pelo Facebook após ele ser criticado em postagens do grupo militante.

A partido se manifestou através de uma nota onde diz que “reafirma seus ideais cristãos democráticos e de profundo respeito ao ser humano” e informa que o advogado Samuel Oliveira (PSC-DF), até então secretário do PSC Jovem, passa a ocupar o cargo de presidente, confira:

“O Partido Social Cristão informa o desligamento de Caíque Marcatt do cargo de presidente Nacional do #PSCJovem. O afastamento de Marcatt ocorreu hoje, dia 5 de junho. O PSC reafirma seus ideais cristãos democráticos e de profundo respeito ao ser humano.O cargo passará a ser ocupado pelo advogado Samuel Oliveira (DF), atual secretário nacional do PSC Jovem.”

Caíque, tem 31 anos de idade, é casado e se filiou ao PSC no ano de 2006, onde em 2010 postou a atuar como líder do grupo jovem suprapartidário da campanha de Geraldo Alckmin na disputa a Governo do Estado.

Caíque, no entanto sobre as acusações e seu afastamento diz: “Meu psicológico é mais forte do que vocês possam imaginar e levarei essa situação na esportiva”, disse ele.

Portal Padom

Deixe sua opinião