O pastor da Lakewood Church, Joel Osteen, foi pressionado pela rede de televisão CNN porque queriam saber a sua opinião sobre a homossexualidade. Osteen observou a sua posição na Bíblia, e disse que “a homossexualidade é um pecado a mais de 200 anos atrás, e continuará sendo hoje.”

Osteen deu as declarações quando foi convidado para o programa: “Piers Morgan Tonight”.

Morgan disse que a homossexualidade parece ser mais aceitável e que “esta se tornando menos proibitiva do que costumava ser.”

Osteen respondeu: “Você sabe Piers, a escritura nunca muda. É isso que eu acredito que a Escritura diz que a homossexualidade é um pecado. Eu acreditava então, e continuo acreditando agora. Mais uma vez, eu só quero reiterar o que eu disse. Eu não estou procurando ninguém. Eu não estou zangado com ninguém. Não tenho antipatia por ninguém, mas minha fé é acreditar no que a Escritura diz, essa é a melhor maneira que posso interpretar. “

Morgan contestou a interpretação do Osteen sobre a Bíblia e dizendo: “Na verdade, nem tudo na Bíblia, em minha opinião, é favorável à vida moderna. Como tudo, tem que se mover com os tempos.”

“Bem, eu quero ser progressista”, disse Osteen. “Mas quando eu li, e não vejo como você pode mudar isso. Como você sabe, não irá mudar algumas coisas importantes nas Escrituras que estão a mais de 200 anos atrás, a Escritura ainda vai dizer isso.”

Michael Jones, que escreve sobre religião e questões sobre a homossexualidade no site change.org, descreveu a posição de Ostem  “revestidas de açúcar homofóbico.” “Pastor Osteen fornece uma mensagem homofóbica”, escreveu Jones.

Pastor Osteen, também foi questionado sobre o pecado da homossexualidade durante uma aparição em 2010 no “The View”, na ABC. Ele disse que acolhe as pessoas homossexuais, mas que “a homossexualidade não é de Deus” e que “ser gay não é uma opção.”

“A Escritura mostra que é um pecado”, disse Osteen Morgan, quando perguntaram se ele considerava a homossexualidade como um pecado. Osteen disse: “Eu não sou um daqueles que batem em gays e diz que eles são pessoas terríveis e tudo isso. Às vezes a igreja se concentra em um tema ou dois e há uma abundância de outros tópicos. Então não pense que a homossexualidade é o melhor de Deus para a vida de uma pessoa. Isto é, o pecado significa errar o alvo”.


 Fonte: Portal Padom

Deixe sua opinião