Pergunta – A paz do Senhor! Eu aprendi que devemos congregar sempre…porém eu já ouvir o meu pastor falar que o crente, que não pode estar sempre na igreja, tem que congregar pelo menos duas vezes na semana. Isso está correto? O problema é que eu estive aconselhando alguém a respeito disso e eu falei que era bíblico. Mas depois eu fiquei na duvida se era realmente bíblico ou foi apenas palavras do pastor e isso me deixou preocupadíssima! bom, o que eu gostaria de saber é se na Bíblia tem algum versículo que nos afirme isso e em que livro da bíblia eu posso encontrar. Me socorram com urgência para que eu possa vigiar se estiver errada! agradeço desde já!!!

E.S.

O Portal Padom, enviou essa pergunta ao Colunista e Pastor André Lepre da igreja Comunidade Evangélica Semeando Avivamento em Arsenal do Rio de Janeiro.
Veja a resposta abaixo!
Pastor André

Olá E.S., A Paz de Cristo,

Sua preocupação demosntra a sua vontade em estar em sintonia com a Palavra de Deus e isso é bastante relevante.
Temos que tomar o cuidado em ao afirmar algo para alguém, ter certeza e convicção daquilo que estamos falando. Muitas pessoas têm vergonha em dizer que não sabem a respeito de determinado assunto ou que têm dúvidas, mas isso é perfeitamente normal e natural, pois estamos sempre em um processo de aprendizado.
Tem um ditado que diz: “Ninguém sabe tanto que não possa aprender e ninguém sabe tão pouco que não possa ensinar”.
Não existe na Bíblia um versículo específico que afirme que nós temos a obrigatoriedade de de congregar pelo menos duas vezes na semana.
Entendo que o ato de congregar para quem ama a Deus e sente a necessidade de estar em perfeita sintonia com o Pai não é algo secundário, mas sim primordial. Quem ama sente falta, quem ama sente vontade de estar junto, quem ama sente vontade de estar perto um do outro.
Ao lermos a Bíblia podemos constatar que Deus se relaciona com seu povo de forma individual, mas também de forma coletiva. Jesus nos ensinou que podemos orar em secreto e que Deus nos ouve em secreto. (Mateus 6:6) – Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.
Mas Jesus também disse que em Mateus 18:18 que tudo que ligarmos na terra será ligado no céu e que tudo que desligarmos na terra será desligado no céu. Quando falamos em ligar, falamos de duas extremidades, ou seja, uma ponta que se liga a outra formando uma concordância e essa concordância se dá no ato de congregarmos.
Em Atos 5.42 os discípulos se reuniam todos os dias no templo e nas casas a fim de ensinar e anunciar Jesus Cristo.
Agora em Atos 2.46:47 diz: E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração,
Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar.
Hoje em dia vemos pessoas que ficam semanas, meses, sem participar dos cultos e até mesmo da Ceia parecendo não sentirem falta alguma, mas isso não é normal para quem ama, adora, serve a Deus e quer ser um vencedor.
Aquele irmão e irmã que deixa de congregar e de participar dos cultos regulares corre o risco de tornar-se fria espiritualmente, vazia e insensível à presença de Deus de forma que se afastará dos caminhos do Senhor. Nenhuma enfermidade começa grande. Ela começa com um pequeno problema, com uma pequena ferida e vai se alastrando por todo o corpo.
Fazemos parte do corpo de Cristo, cuja cabeça é Ele. Se falta uma parte do corpo, ele sente. Se o nosso dedo mindinho se machuca, todo o corpo sente a dor.
Quando nos reunimos algo sobrenatural acontece por que? Justamente pela ligação que fazemos aqui na terra e então é ligado no céu. Quando nos reunimoas para adorar a Deus, para receber a Palavra, quando unimos a nossa fé e focamos na visão do Reino isso tem um poder impressionante.

Por que devemos congregar?
Porque Jesus disse que nós somos a sua verdadeira igreja e não há igreja se não houver comunhão. Jesus disse: “Amai o teu próximo como a ti mesmo”
Como podemos amar alguém sem demonstrar esse amor? E como demonstarmos esse amor se não estivermos juntos?
Alguns podem dizer: “Ah, se Deus habita em mim, então eu não preciso estar na igreja!”
Só que uma coisa é você ter a presença de Deus em seu espírito, outra coisa é você desfrutar de Sua presença. E o desfrutar se dá no meio da congregação.
Quando houve o dia de Pentecostes, a ordem de Jesus não foi para que apenas um ficasse, mas sim, um grupo de pessoas, ou seja, uma congregação. Eram aproximadamente 500 que receberam essa ordem, mas apenas 120 receberam.

Por quê?
Porque 120 estavam congregados.
O Senhor nos ensinou que devemos nos reunir em Seu nome. Reunir em nome do Senhor significa que nós nos reunimos para exaltá-lo e nos colocarmos debaixo de Sua autoridade. Quando nos reunimos no nome do Senhor, Ele se faz presente entre nós. Ele é o centro de tudo e de todos.
Shalom Elohim Adonai

Pr. André Lepre

Portal Padom

Deixe sua opinião