JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Uma declaração no mínimo infeliz foi dada pelo deputado Hermínio Coelho (PT) durante a sessão legislativa que

“O senhor citou padre ou bispo, sou católico, mas é difícil em 80 padres não ter pelo menos um pedófilo. Como são pastores vou confiar”

discutia o projeto de lei de autoria do deputado Valter Araujo, que visa a concessão de titulo honorifico de cidadão rondoniense a 76 pastores e membros da Assembléia de Deus por parte da comemoração dos 100 anos da igreja no Brasil.
Alegando questão de ordem, Hermínio Coelho afirmou que gostaria de conhecer a “ficha” de cada um dos setenta e seis homenageados, deixando implicito que entre os relacionados, poderia ter alguém que não merecesse a indicação. O deputado petista disse que é católico e gostaria que o Araújo explicasse o porque de tantos homenageados pastores evangélicos.
Valter Araujo disse que também poderiam ser bispos ou padres e não seria interessante levantar suspeita, nem questionar a idoniedade contra dirigentes cristãos, fossem eles evangélicos ou católicos. Concluiu com uma breve explanação sobre a conduta de algum dos homenageados.
Parecendo estar “avoado”, Hermínio tascou a frase de cunho preconceituoso contra membros da igreja católica. “O senhor citou padre ou bispo, sou católico, mas é difícil em 80 padres não ter pelo menos um pedófilo. Como são pastores vou confiar” disse o deputado petista.

Rondoniaaovivo / Portal Padom

Deixe sua opinião