Pastor se suicida após ter seu nome revelado por site de encontros extraconjugal

0
1244

Recentemente foi notícia no mundo todo que hackers atacaram o site de relacionamentos extraconjugais do Canadá conhecido como Ashley Madison, site este lançado no ano de 2001 com o slogan “A vida é curta, curta um caso”.

390-madison-0908O site era conhecido por conectar pessoas que buscavam relacionamentos extraconjugais, e de acordo com autoridades o site foi invadido e teve nomes de pessoas expostas que mantinham contas e contatos com seus amantes.

O que aconteceu foi que entre os 32 milhões de nomes expostos, um pastor americano apareceu na lista das pessoas que mantinham conta no site.

O pastor conhecido como Jhon Gibson, cometeu o suicídio de acordo com autoridades americanas, ele deixou um bilhete para sua esposa Christi Gibson, no bilhete ele dizia estar sentindo profunda vergonha por ter sido exposto e não suportava mais a depressão que invadiu sua alma e diante da vergonha preferiu dar fim a sua vida.

 

 

O caso abalou os Estados Unidos que vê expostos, escândalos envolvendo parte das lideranças eclesiásticas no país e vem causando grandes transtornos a pessoas envolvidas.

A bíblia nos adverte que nada que esta em oculto que um dia não seja revelado, infelizmente além do escândalo e vergonha alheia provocado pelo pastor Jhon Gibson, a bíblia também relata o destino de pessoas que cometem o suicídio.

Infelizmente Gibson foi como Judas que além de praticar o ato da traição acabou se suicidando e sendo condenado ao inferno eterno. Se fosse aqui no Brasil, ele poderia se beneficiar diante do alargamento das portas que igrejas como a AD Madureira vem ocasionando a seus líderes e com isso se divorciado e ficado tudo bem. Oremos pela esposa Christi Gibson e também seus filhos para que possam superar essa adversidade.

Andre Santos

Portal Padom

Deixe sua opinião