Depois de passar 13 anos na prisão, um pastor chamado Bounchan Kanthavong, que vive em Laos, foi posto em liberdade. Ele havia sido condenado em 1999 por traição à pátria e ir contra a segurança nacional.

Depois que havia recebido um treinamento bíblico, ele começou a compartilhar sua fé com as pessoas que chegavam a sua loja de roupas.

Com seu testemunho, o pastor que também é comerciante, levou mais de 70 pessoas a aceitaram a Cristo.

Na época as autoridades pediram para que ele parasse de anunciar o evangelho de Cristo, mas como tinha se convertido a fé cristã desde 1997, ele então usou o seu oficio para falar de Jesus.

O governo estava com medo, porque para eles o cristianismo é uma religião estrangeira que poderia abrir caminho entre as pessoas com uma cultura estrangeira, sendo algo que foi severamente criticado.

Então para conter a evangelização, o governo decidiu condenar a prisão o pastor.

Sua esposa, Sengkham, continuou o trabalho de evangelismo e chegou a formar uma comunidade cristã em Laos, tendo agora 3 mil crentes. Agora que Bounchan está livre continua precisando das orações de todos os cristãos, porque enquanto estava preso a sua saúde deteriorou-se consideravelmente. Orem por ele, sua esposa, cinco filhos e para os cristãos em Laos.

O Laos é um dos países mais pobres do Sudeste Asiático. O nome oficial é República Democrática Popular Lao. Limitado ao leste pelo Vietnã, a oeste pela Tailândia, Camboja, ao sul e ao norte pela China e Mianmar.

Portal Padom

Com informações Barnabas Fund

Deixe sua opinião