JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Um pastor e seu filho de 3 anos foram mortos em um ataque de pastores Fulani radicalizados na Nigéria.

Leviticus Makpa, 39, e seu filho Godsend foram mortos em um ataque a sua casa no vilarejo de Kamberi, no estado de Níger,  informou o Morning Star News.

Sua esposa e filha conseguiram escapar do ataque que ocorreu no dia 21 de maio.

Não é a primeira vez que Makpa foi alvo por causa de sua fé. 

Um associado, Samuel Solomon, disse ao site: “Os bandidos Fulani vieram contra eles, se esconderam na caverna para salvar suas vidas e, depois que saíram, ele voltou para o campo com sua família; quantos de nós podemos fazer isso?

“Ele acabou perdendo sua vida e a de seu filho; a esposa e filha escaparam. Ele sabia que sua vida estava em jogo, mas o fardo pelas almas não o deixaria fugir do campo.”

Solomon disse que Makpa estabeleceu a única escola cristã na aldeia e “levantou muitas almas”. 

“Ele veio e participou da última conferência cristã conosco, e tínhamos planejado como adotá-lo como nosso missionário, mas dolorosamente ele se juntou à liga dos mártires no céu”, disse ele.

“Seu sangue testemunhará sobre a terra e também contra a insegurança de um governo islâmico corrupto na Nigéria.”

Ele acredita que os agressores querem erradicar o cristianismo na região. 

“O pastor Makpa não tinha dinheiro, na verdade, a comunidade que ele atende não tem serviços sociais básicos fornecidos pelo governo. Então, o que os pastores estavam procurando?” ele disse.

“Definitivamente não poderia ser dinheiro, a missão deles era obliterar a igreja.”

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗