Pastor canta no velório de Clodovil e de outros famosos – Assista ao video

3
300
MOSCA 3 - O pastor Orlando Torres cantou como fez no velório de Golias
mosca1
MOSCA 1 - De óculos e camisa cinza ao fundo, Agnaldo carregou o caixão

Pelo menos três pessoas que costumam frequentar cerimônias do gênero para aparecer nos veículos de comunicação, também conhecidas como “moscas de velório”, foram expulsas do velório do estilista, apresentador de TV e deputado federal Clodovil Hernandes (PR-SP), 71, na Assembleia Legislativa de São Paulo.
Agnaldo Xavier, que diz ter sido vereador em Santa Cruz do Capibaribe, chegou a ficar duas horas do lado do caixão. Ele chegou às 11h à Assembleia e ajudou a carregar o caixão até o local.“Já me ligaram uns 14 amigos que me viram na televisão. Vim mesmo pra aparecer”, diz. De óculos escuros, bem do lado do caixão, Xavier parecia estar chorando em alguns momentos, mas, em outros, atendia o celular e dava uma risadinha.
Este foi o primeiro velório de famoso frequentado por Xavier, pois coincidiu com sua vinda a São Paulo para comprar tecidos para sua confecção em Pernambuco.
Fagner Apolinário da Silva foi outro expulso do velório. Ele veio de Itaquaquecetuba para assistir o velório e chegou a tirar fotos

MOSCA 2 - Fágner beijou e tocou o corpo de Clodovil diante das câmeras
MOSCA 2 - Fágner beijou e tocou o corpo de Clodovil diante das câmeras

com o celular “para colocar no Orkut”. Mais experiente que Xavier, Silva disse ter feito mesma coisa no velório de Eloá Pimentel, a adolescente morta pelo ex-namorado em Santo André, no final de 2008.
Xavier diz ser desempregado e às vezes vender amendoim no trem. Ele foi expulso do velório pela Polícia Militar, mas disse que iria voltar. “O Clodovil era um idealista, não desistia de suas ideias. Eu também vou continuar por aqui”, disse.
Apenas familiares e conhecidos podem permanecer ao lado do caixão de Clodovil. O público entra em fila e sai em seguida. Não é permitido tirar fotos.
Pastor cantor nos velórios
Orlando Torres, pastor da igreja Assembléia de Deus, também foi expulso do local, mas por outro motivo: insistir em cantar, bem alto, “Glória, Glória, Aleluia”.
Ele disse ter cantado a mesma música nos velórios de Sérgio Mota (ex-ministro de Comunicações de FHC) Ronald Golias (humorista) e Nair Bello (atriz), e até do lado de fora do show da Madonna – para “arrebanhar almas”. “Clodovil está em outra dimensão e nós estamos indo para lá também”.

MOSCA 3 - O pastor Orlando Torres cantou como fez no velório de Golias
MOSCA 3 - O pastor Orlando Torres cantou como fez no velório de Golias - VIGIA EM PASTOR??!!

O expulso mais célebre foi o presidente estadual do PTC, partido pelo qual Clodovil foi eleito em 2006. Ciro Moura, que já foi candidato a prefeito de São Paulo, discutiu com a advogada do deputado e apresentador, Maria Hebe de Queiroz, que o acusou de ser artífice do processo de cassação que o deputado sofreu, se livrando em decisão da semana passada. O político não pode se aproximar do féretro.

Discussão marca velório

<

Fonte: UOL e Padom.com

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui