Uma mulher portadora de deficiência mental foi encontrada na manhã deste sábado acorrentada do lado de fora da casa em que vive, no Bairro Alípio de Melo, Região Noroeste de Belo Horizonte. Segundo vizinhos que acionaram a PM, a mulher, de 38 anos, teria sido presa pelo próprio pai adotivo, um pastor evangélico da região. Policiais militares do 34º Batalhão encontraram a vítima com uma das pernas presa por uma corrente, na varanda da residência. Segundo a PM, apenas a empregada da família estava no local.
Na casa, vivem apenas o pastor, a esposa e a filha adotiva. Em depoimento à PM, a empregada contou que o casal viajou e deixou a filha acorrentada. A empregada Ocana Rodrigues Santos, de 26 anos, teria ficado incumbida de tomar conta da mulher.
A empregada foi levada para a Seccional Noroeste, onde permanecerá presa. A vítima foi encaminhada para o Centro de Referência em Saúde Mental (Cersam), no Bairro Padre Eustáquio, em BH, onde aguarda determinação da Justiça. A polícia busca, agora, os pais adotivos. (Com informações de Maria Lúcia Gontijo/TV Alterosa)

Uai / Padom

Deixe sua opinião