Papa Francisco pede desculpas por perder a paciência com a mulher que o agarrou

A salvação de Cristo envolve a paciência do amor, o amor nos torna pacientes, irmãos descemos dos pedestais do nosso orgulho, disse Papa Francisco após pedir desculpas por ter dado tapa em mulher.

0
411
Momento em que Papa Francisco bate em mulher na noite do dia 31 de dezembro

Papa Francisco pediu desculpas na quarta-feira por perder a paciência com uma mulher que agarrou seu braço na Praça de São Pedro na véspera de Ano Novo.

“Muitas vezes perdemos a paciência; eu também. Peço desculpas pelo mau exemplo de ontem”, disse o Papa Francisco, afastando-se de suas observações preparadas para a oração do Angelus em 1º de janeiro.

Enquanto cumprimentava a multidão em frente ao presépio do Vaticano, no dia 31 de dezembro, uma mulher puxou o braço do papa. Visivelmente chateado, o Papa Francisco bateu na mão dela e se afastou frustrado.

Após seu pedido de desculpas, o papa disse que contemplar o presépio ajuda a ver com os olhos da fé uma visão do “mundo renovado, livre do domínio do mal e colocado sob o domínio real de Cristo, a Criança que jaz em a manjedoura.

A salvação de Cristo envolve a “paciência do amor”, disse ele. “O amor nos torna pacientes.”

“Queridos irmãos e irmãs, descemos dos pedestais do nosso orgulho – todos temos a tentação do orgulho – e pedimos a bênção da Santa Mãe de Deus, a humilde Mãe de Deus”, disse o Papa Francisco em seu discurso no Angelus.

No dia 1º de janeiro, o papa celebrou a missa na Basílica de São Pedro pela solenidade da Virgem Maria, a Mãe de Deus, um dia santo de obrigação na Igreja.

O Papa Francisco disse em sua homilia que a Igreja encontra sua unidade na Bem-Aventurada Virgem Maria. Ele orou, pedindo à Mãe de Deus que trouxesse unidade entre os católicos.

“O inimigo da nossa natureza humana, o diabo, busca dividir, destacar diferenças, ideologias, pensamento partidário e partidos”, afirmou.

“Como filhos e filhas, invoquem hoje a Mãe de Deus, que nos reúne como povo de crentes. Ó Mãe, dê à luz a esperança dentro de nós e traga-nos a unidade ”, orou o papa.

Papa Francisco repreende com tapas na mão mulher que o puxou pelo braço (vídeo)

Situação se deu no momento em que ele deixava a Basílica de São Pedro após a realização da última missa de 2019

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui