Papa Francisco apresenta fortes dores na coluna, que o impedem de celebrar missa de Ano Novo
Papa Francisco apresenta fortes dores na coluna, que o impedem de celebrar missa de Ano Novo

O Papa Francisco não liderará as celebrações da véspera e do dia de Ano Novo do Vaticano devido à dor ciática, disse o Vaticano em um comunicado na quinta-feira.

Isso marca a primeira vez que o Papa não realizará as celebrações da véspera do Ano Novo ou do Natal, mas não o primeiro evento que ele teve que se cancelar.

Em 27 de fevereiro, o Papa Francisco, de 84 anos, cancelou uma missa programada para o que a assessoria de imprensa do Vaticano descreveu como uma “pequena imposição”, negando os rumores de que o pontífice poderia ter contraído Covid-19.

Posteriormente, ele foi visto tossindo, espirrando e falando com voz rouca.

O Papa Francisco revelou pela primeira vez que tinha ciática (hérnia de disco espinhal) durante uma entrevista coletiva a bordo durante uma visita ao Brasil em 2013.

“A pior coisa que aconteceu – com licença – foi um ataque de ciática – sério! – que eu tive no primeiro mês, porque eu estava sentado em uma poltrona para dar entrevistas e doeu”, disse Francisco na época, quando perguntado qual era a pior parte de ser o Papa. “A ciática é muito dolorosa, muito dolorosa! Não desejo isso a ninguém!”, acrescentou.

Em 10 de agosto de 2017, ele anunciou que estava em condições de lidar com a condição. Mais tarde, o Vaticano confirmou que o Papa passou por tratamento, incluindo massagens e injeções duas vezes por semana para reduzir a dor nas pernas.

O Papa será substituído pelo Cardeal Giovanni Battista Re, Decano do Colégio Cardinalício, para a missa das Vésperas de fim de ano na quinta-feira à tarde e a Missa no Dia de Ano Novo será celebrada pelo Cardeal Secretário de Estado, Pietro Parolin. O Papa Francisco ainda conduzirá a oração do Angelus na sexta-feira, conforme planejado.

Afastamento do Papa Francisco gera medo nos fiéis de que ele possa renunciar

Conforme divulgado na semana passada, existe um forte rumor no Vaticano de que o Papa Francisco estaria pensando em renunciar o seu cargo de líder máximo da igreja Católica Apostólica Romana logo após o Natal, com esse afastamento da missão principal do ano, alguns fiéis estão acreditando que isso possa realmente acontecer.

Entrevistado por Valentina Alazraki, no programa mexicano ‘Noticieros Televisa’, e 2014, quando questionado sobre seu papado, o Papa Francisco respondeu: “Tenho a sensação de que meu pontificado será breve, quatro ou cinco anos. Não sei, ou dois, três. Bem, dois já passaram. É como um sentimento um pouco vago, mas tenho a sensação de que o Senhor me colocou aqui para uma coisa breve e não mais”.

Deixe sua opinião