Papa Francisco se une a hindus, muçulmanos e Budistas em Roma para combater a escravidão

Papa Francisco recebe líderes hindus, muçulmanos, budistas, ortodoxo, anglicanos,judeus,xiitas e sunitas no Vaticano em Roma para acordo contra escravidão.

Noticias Gospel Lideres religiosos de diversos credos, assinaram um apoio a uma nova iniciativa do Vaticano para erradicar a escravidão moderna para 2020. O mesmo declara que o trafico humano, e o tráfico de órgão, o trabalho forçado, inclusive a prostituição são crimes contra a humanidade.

O papa Francisco esteve acompanhado pelo guru hindu Mata Amritanandamayi, conhecido como Amma, assim como também com os lideres budistas, anglicanos, ortodoxos, judeus, muçulmanos xiitas como sunitas, para todos assinarem uma declaração durante uma cerimônia no interior das paredes do Vaticano.

Papa Francisco recebe líderes hindus, muçulmanos, budistas, ortodoxo, anglicanos,judeus,xiitas e sunitas no Vaticano em Roma para acordo contra escravidão.

“Sob os olhos de Deus, todo ser humano é uma pessoa livre, seja menina, mulher ou homem, e esta destinado a existir para o bem de todos em igualdade e na fraternidade”, diz a declaração.

Francisco fez a eliminação da escravidão moderna uma das prioridades de seu mandato, inspirado pelo seu trabalho ministerial nos bairros pobres de Buenos Aires. No inicio deste ano o Vaticano lançou a Global Freedom Network, uma iniciativa multi-religiosa para incentivar os governos, empresas, instituições de ensino e de fé, para que fiquem longe de todos os vínculos com a escravidão.

Um dos membros fundadores da rede, Walk Free Foundation, estima que 5 países representam 61% da população mundial vivendo em escravidão: Índia, estima-se que 14,2 milhões de pessoas em escravidão, China, Paquistão, Uzbequistão e Rússia .

Portal Padom

Deixe sua opinião