Um casal cristão fundamentalista, escolheu orar por seu filho de dois anos que estava morrendo de pneumonia, em vez de chamar um médico.
Herbert e Catherine Schaible, disse aos detetives: “Nós tentamos lutar contra o demônio, mas no fim ele ganhou.” Schaible Kent, filho do casal morreu com a doença, entretanto, seus pais foram liberados da prisão.
O casal Schaible são membros de uma igreja evangélica, que diz aos seus membros “usar medicamentos é um pecado e devemos orar pela saúde de nossos entes queridos.”
No julgamento, o júri ouviu o porque o casal se recusou a chamar o médico durante as duas semanas que o seu filho estava doente, com gripe, que finalmente se transformou em pneumonia. Ao final do julgamento, o casal foi condenado por homicídio culposo e negligência de criança em dezembro do ano passado depois que seu filho morreu de pneumonia bacteriana Kent.
No entanto, o juiz sentenciou-os à prisão, mas foram condenado a liberdade vigiada durante dez anos. O oficial de justiça ordenou que os restante de seus sete filhos deverão fazer exames regulares com médico.
Esta não é a primeira vez que membros de uma igreja que tiveram esses problemas com a justiça americana. Um casal foi condenado a 16 meses de prisão por involuntariamente ter causando a morte de seu filho, que é de 16 anos por se recusar a dar tratamento médico para curar uma infecção urinária.

Do Padom: Devemos orar sim, Deus tem poder para curar qualquer enfermidade! Mas também ele nos deixou os médicos, ele pode trabalhar atraves dos medicos e medicamentos… Se algum ente querido seu estiver doente, ore por ele, entregue nas mãos de Deus, mas também procure um médico, as vezes Deus quer usar o medico e medicamentos para trazer a cura…. São mistério de Deus…

Traduzido e adaptado por: www.padom.com.br

Fonte: NoticiaCristiana / www.padom.com.br

Deixe sua opinião