Uma confusão envolvendo o prefeito José Rodrigues Gomes, o Zé de Dorinha, de Água Branca, no sertão alagoano, sua equipe de governo e o Padre Eraldo Cordeiro, que já foi candidato a deputado estadual e hoje faz oposição ao grupo do prefeito, acabou em socos e agressões mútuas entre as partes e chocou a população da cidade. Segundo uma testemunha, a confusão teve início quando o prefeito, acompanhado de seu vice, Professor Carlos chegou à Lanchonete e Bar Recanto da Serra, no Centro Histórico de Água Branca, e lá encontrou o Padre Eraldo e seu grupo político.
A partir deste momento, começaram as agressões verbais entre os dois grupos que culminou em uma briga com direito a socos e pontapés. Durante a confusão, mesas e garrafas foram quebradas e tudo só se acalmou quando a Polícia foi até o local.
Ainda segundo a testemunha, o prefeito teria levado um soco, fato que foi negado por ele instantes depois.
“Não nego que houve a confusão, inclusive fui até a delegacia onde registrei um Boletim de Ocorrência -BO denunciando o fato e espero que as autoridades tomem uma providência” explicou o prefeito.
Zé de Dorinha disse ainda que o Padre Eraldo estava embriagado, mas as testemunhas relataram que todos estavam muito alterados e que a população ficou extremamente revoltada com o fato.
O Padre Eraldo Cordeiro, até o momento nõ se pronunciou sobre o episódio.

Deixe sua opinião