Padre é condenado por participar de genocídio em Ruanda

padreruandaO padre Emmanuel Rukundo foi condenado a 25 anos de prisão por envolvimento com o massacre de Ruanda, na África, em abril de 1994. Em 100 dias, 800 pessoas morreram neste extermínio. O sacerdote esperava o julgamento preso, desde 2001.
O sacerdote foi acusado de liderar um dos grupos armados que participaram do massacre. Esse foi o segundo padre condenado no caso.

Assista ao vídeo.

Deixe sua opinião