O PODER DE UMA ESCOLHA – II Sm. 6:1-11

Nossa reflexão de hoje passa pela historia de um homem chamado Obede-Edom. Um homem que recebeu a Arca da Aliança de Deus ficando com ela durante três meses e segundo o relato bíblico diz que tudo o que ele tinha foi muito abençoado por Deus.

Ao nos depararmos com a historia de Obede-Edom certamente podemos extrair algumas lições para nossa vida, porém quero destacar hoje uma em especial: O PODER QUE UM A ESCOLHA EXERCE NA VIDA DE UM SER HUMANO.

(I Reis 18:21) – Então Elias se chegou a todo o povo, e disse: Até quando coxeareis entre dois pensamentos? Se o SENHOR é Deus, segui-o, e se Baal, segui-o. Porém o povo nada lhe respondeu.

(Josué 24:15) – Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR.

(Lucas 10:42) – E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.

(Deuteronômio 30:19) – Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, de que te tenho proposto a vida e a morte, a bênção e a maldição; escolhe pois a vida, para que vivas, tu e a tua descendência,

Sempre estaremos diante de escolhas a serem feitas. A questão é fazermos as escolhas certas e agirmos de forma que venhamos a ser abençoados.

Baseado nisso eu aprendo duas verdades:

1ª. AS NOSSAS ESCOLHAS IRÃO DETERMINAR QUE TIPO DE VIDA QUE TEREMOS!

2ª. NÓS SOMOS FRUTO DE NOSSAS ESCOLHAS!

Em I Sm. 4 a Arca de Deus foi tomada pelos Filisteus ao entrarem em guerra e vencerem Israel. A Arca passou pela casa de Dagom, foi para Bete-Semes e Quiriate-Jearim até que chegou a casa de Abinadabe (irmão de Davi) e lá ficou durante 20 anos. Em I Sm. 7.2 diz que durante 20 anos toda a casa de Israel dirigia lamentações ao Senhor. Depois de ser empossado como rei, Davi então resolve trazer a Arca de volta para Jerusalém. Davi resolve por um fim a este período de lamento e de tristeza.

PORQUE QUANDO A PRESENÇA DE DEUS ESTÁ EM NOSSO MEIO NÃO HÁ ESPAÇO:

  • Para tristeza;
  • Para derrota;
  • Para dor;
  • Para perda;
  • Para confusão;
  • Para separação;
  • Para desanimo;
  • Para maldade;
  • Para pecado;
  • Para inimizade;

Davi fez uma escolha, trazer a Arca de volta para Jerusalém. Porém, agiu da maneira errada.

1º. A ESCOLHA CERTA DA MANEIRA ERRADA:

Davi escolheu levar a Arca de volta a Jerusalém, mas o fez da maneira errada. Apressadamente e com boas intenções em II Sm. 6 levaram a Arca em um carro de boi. Quando somos levados pela pressa temos grandes probabilidades de fazermos escolhas erradas ou agirmos da maneira incorreta. Uma vida com Deus não é feita de boas intenções, ela é feita de amor, compromisso, fé e fidelidade à Deus. Dentro desse processo por uma inspiração divina eu vejo que foram cometidos três erros cruciais:

1º. Erro: Conduzir a Arca em carros de boi; (Era para ser conduzida sobre os ombros)

Existem muitas pessoas que estão levando vossas vidas em “carros de boi”. Isso significa dizer que estão levando de qualquer maneira. Estão vivendo um evangelho do “Oba-Oba”, da “Facilidade”, da “Prosperidade Compulsiva”, de “Barraquinhas” para saber quem é o “melhor”, a “melhor” igreja, o “melhor” pastor, o evangelho do “Deixa a vida me levar”.

A Arca era para ser carregada por cima dos ombros. Carregar a Arca sobre os ombros fala de responsabilidade, de compromisso, de soberania de Deus. Muitos se amedrontam ao cogitarem serem condutores da presença de Deus, julgando-se incapazes e acreditando ser um fardo pesada, mas Jesus disse: “Tomai sobre vós o meu jugo porque é suave e o meu fardo é leve…” Não tema em carregar a presença de Deus contigo.

2º. Erro: As pessoas que conduziam a Arca não estavam habilitadas (Somente levitas)

Somente os Levitas podiam carregar a Arca. Aiô e Uzá não eram levitas, portanto não eram qualificados para tal tarefa. A visão deles era comprometida pela falta de comprometimento (Uzá e Aiô);

Você pode estar perguntando agora: “Será então que eu não sou capaz de carregar a presença de Deus comigo?” Nada disso! A partir do sacrifício vicário de Jesus você foi qualificado pelo Senhor como condutor da presença de Deus. Eu quero reafirmar o que diz I Pedro 2:9 – Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; Tudo o que Jesus conquistou na cruz é direito nosso, é nossa herança!

Mas também nos deparamos com pessoas que vêem a presença de Deus como “moda” enganando a muitos querendo se passar por alguém que na verdade não são. Muitos estão se fazendo conhecidos pelo falar, mas se reconhece um condutor da presença de Deus pelo agir.

Muitos estão querendo ser reconhecidos pelos dons, mas o Senhor quer nos fazer reconhecido pelos frutos. (João 15:16) – Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda. Para que os dons ser manifestem você tem que manifestar primeiro os seus frutos;

3º. Erro: Não se toca na presença de Deus

Muitos estão querendo tocar na presença de Deus. Manipulando através de técnicas de oratótia, de psicologia a mente das pessoas a fim de que acreditem que estão cheias da presença de Deus e que tudo o que fazem tem respaldo do Senhor. Mas graças a Deus que o Senhor tem levantado uma geração de profetas e adoradores cheios da presença do Senhor, mostrando ao mundo inteiro que a presença de Deus é para ser sentida.

2º. A RESPONSABILIDADE DE NOSSAS ESCOLHAS PERTENCE A NÓS E NÃO À DEUS:

Davi ficou tão desgostoso com Deus por haver matado matado Uzá que não quis levar a Arca para junto de si e mandou-a para a Casa de Obede-Edom;

O ser humano tem dificuldade em reconhecer o seu erro. Com isso tende a jogar a responsabilidade de seus atos para terceiros. Deus deu a cada um de nós o que não deu a elemento algum na cadeia da criação: Inteligência, capacidade de pensar, refletir, livre arbítrio. Poder de escolha.

Não podemos jogar para Deus a responsabilidade de nossos insucessos, de nossas escolhas erradas. Muitos cobram de Deus o porquê de não terem sido bem sucedidos em suas escolhas.

Reconheça os seus erros. Não faça como Adão que quis jogar para cima de Eva a responsabilidade de sua péssima escolha ao comer do fruto proibido. Faça como Davi que ao ser confrontado pelo profeta Natã ao ter matado Urias, reconheceu o seu erro diante de Deus e então foi perdoado.

Muitas vezes desperdiçamos o tempo do cumprimento das promessas de Deus em nossa vida porque O culpamos e assim, afastamos de nós a sua presença.

NÃO DESPERDICE O TEMPO DO CUMPRIMENTO DAS PROMESSAS DE DEUS AO AFASTAR A PRESENÇA DELE DE VOCÊ!

3º. A ARCA NA CASA DE OBEDE-EDOM. A ESCOLHA CERTA DA MANEIRA CORRETA:

O rei Davi deixa de levar a arca e a coloca em uma casa que estava à beira do caminho de um homem chamado Obede-Edom. Este morava na beira da estrada que levava a Jerusalém. OBEDE significa servo, que é o mesmo que escravo, e EDOM denotam que este homem era um descendente dos Edomitas, que eram descendentes de Esaú, sendo este um povo inimigo de Israel, não bastasse ele era geteu, ou seja, de Gate, a terra de um dos maiores inimigos de Israel, Golias.

Estamos falando de alguém rejeitado pela sociedade da época, humilhado pelos “povo de Deus”, desprezado por todos, que tinha uma esposa estéril, animais estéril, descendente dos inimigos de Israel, natural da cidade de Golias, mas que ansiava por algo muito importante na vida de um ser humano: A Shekinah de Deus. Quando o Senhor Jeová manda que Moisés construa a Arca do Senhor, Ele diz que a sua PRESENÇA iria com o povo. Então a Arca do Senhor representava a presença do Senhor no meio do povo. A palavra SHEKINAH é hebraica que significa PRESENÇA, então a SHEKINAH não é a GLÓRIA DO SENHOR, pois a palavra hebraica para ela é KAVOD.

A Arca ficou na casa de Abinadabe 20 anos e a Bíblia não narra nenhum fato de extraordinário.  Mas a Bíblia diz que durante os três meses que a Arca ficou na casa de Obede-Edom ela foi muito abençoada e tudo quanto ele tinha.

Quando eu leio isso eu detecto por uma inspiração divina dois tipos de casa:

1ª. A casa de Abinadabe. A casa de Abindabe é a casa:

  • Da acomodação
  • Do costume
  • Da desvalorização da presença de Deus
  • Da negligência ao que é Santo
  • Da falta de compromisso

2ª. A casa de Obede-Edom. A casa de Obede-Edom é a casa:

  • Da honra
  • Da alegria
  • Da reverência
  • Da valorização da presença de Deus
  • Do compromisso
  • Da sede de Deus

Com o passar do tempo entendo que Abinadabe e seus filhos se acostumaram com a presença de Deus, e quando isso aconteceu, passam a não deram mais o devido valor aquilo que é valioso. Mas quando a Arca foi para a casa de Obede-Edom a Bíblia diz que o Senhor abençoou tudo o que ele tinha. O porquê dessa diferenciação? Certamente porque as atitudes de um de outro foram diferentes.

Abinadabe via a Arca como um utensílio, um objeto como outro qualquer, ou até mesmo como um amuleto, assim como Hofni e Fineias. Obede-Edom via a Arca como a personificação do próprio Deus na sua casa.

Obede-Edom tinha tudo para ter uma vida de mesmice, de acomodação, de ostracismo. Mas quando Obede-Edom recebe a Arca em sua casa eu vejo que este homem faz a escolha certa e age da maneira correta.

Que sabe a sua vida está uma mesmice só, nada de novo acontece, os teus sonhos nunca se realizam os seus projetos nunca saem do papel, o seu ministério não deslancha, o seu casamento não sai da crise, a porta de emprego nunca se abre a cura não chega…

Faça como Obede-Edom, receba a presença de Deus de braços abertos, sem culpas, sem medo. Coloque a presença de Deus em destaque na sua vida, não se julgue incapaz de receber a presença de Deus dentro de você, da sua casa, da sua família, pois ela fará a grande diferença na sua vida.

Obede-Edom não abriu mão da presença de Deus. Viu a oportunidade de mudar a historia de sua vida. Assumiu responsabilidade diante de Deus. Não carregou a Arca em carros de boi, mas dentro do seu coração. Se ele não podia tocar, podia sentir a presença de Deus.

QUE A SUA CASA SEJA COMO A CASA DE OBEDE-EDOM. QUE SEJA A CASA EM QUE ELE HABITE!

SERÁ QUE VOCÊ TEM VALORIZADO A PRESENÇA DE DEUS E TUDO O QUE ELA TEM TE PROPORCIONADO?

Observo em Obede-Edom a essência de um adorador, pois também valorizou a essência da Arca (o que estava dentro) e não o que estava por fora. Às vezes valorizamos muito o exterior e não damos importância ao que está dentro.

Muitas vezes julgamos as pessoas pelo vestir, pelo comer, pelo falar. Às vezes valorizamos muito as bênçãos, mas nos esquecemos do abençoador. Quando Samuel foi até a casa de Jessé para ungir um de seus filhos o novo rei de Israel ele pensou ser os que estavam dentro da casa com todo conforto e bem vestidos, mas Deus disse para Samuel: “Samuel eu vejo como o homem vê…” “O homem vê o que está por fora, Eu, porém vejo o que está por dentro…”. E então é ungido como o novo rei de Israel um garoto sem estar bem vestido, todo sujo por conta do trabalho no campo com suas ovelhas, e o nome dele era Davi.

Obede-Edom sabia exatamente o valor que tinha aquela Arca e o que significava ela estar dentro de sua casa. Porque com os seus olhos espirituais ele olhava para dentro daquela Arca e enxergava o Maná, a Vara de Arão e as Tábuas da Lei. O Maná (Provisão e fidelidade de Deus), a Vara (Autoridade de Deus) e as Tábuas da Lei (A Palavra de Deus).

Obede-Edom tinha tudo para ser mais um a hospedar a Arca, mas ele ficou conhecido como o abençoado do Senhor.

4º. TODA ESCOLHA TEM UM PREÇO. O PREÇO DE ASSUMIR RISCOS COM DEUS:

Certamente algumas pessoas devem ter tentado dissuadi-lo da escolha de ficar com a Arca em sua casa, pelo que a Arca já havia feito a Uzá e aos Filisteus. Mas Obede-Edom assumiu riscos com Deus. Obede-Edom não temeu assumir responsabilidade diante de Deus;

Existem pessoas que querem receber o cumprimento das promessas, as bênçãos, as vitórias, portas abertas, provisão de Deus, mas não querem assumir compromissos, responsabilidades e nem mesmo assumir riscos com Deus. Muitos querem receber, mas poucos querem dar. Muitos querem profetizar, mas poucos querem amar. Muitos querem falar línguas estranhas, mas poucos querem visitar um irmão carente. Muitos querem ter o discernimento de espírito, mas não conseguem discernir o seu próprio espírito egoísta.

Obede-Edom assumiu riscos com Deus.

VALE A PENA ASSUMIR RISCOS COM DEUS!

JESUS ASSUMIU RISCOS!

No Evangelho de Lucas 19 conta a história de um homem chamado Zaqueu que queria ver Jesus. Sobe em uma figueira e ao avistar Jesus recebe uma ordem do Mestre: “Desce depressa porque me convém entrar em sua casa”. E diz a Bíblia que Zaqueu desceu e recebeu com alegria o Senhor em sua casa e diz em Lucas 19:8 que se levantando Zaqueu, disse ao Senhor: Senhor, eis que eu dou aos pobres metade dos meus bens; e, se nalguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado. ZAQUEU ASSUMIU RISCOS COM DEUS

Jesus então decretou a salvação de Zaqueu e sua família. Só que nesse processo Jesus foi recriminado, criticado, foi enxovalhado pela sociedade por entrar na casa de um homem até então pecador e corrupto. Mas para Jesus o que importava era salvar a alma de Zaqueu e sua família. JESUS ASSUMIU RISCOS POR ZAQUEU. Jesus disse que foi até a casa de Zaqueu para buscar e salvar o que havia se perdido.

QUEM SABE ALGUMA COISA NA SUA VIDA NÃO SE PERDEU?

  • O casamento se perdeu;
  • O filho seu perdeu;
  • O ministério se perdeu;
  • Uma grande amizade se perdeu;
  • A comunhão com o Espírito Santo se perdeu;
  • A vida se perdeu;

Davi disse: Como virá a mim a arca do SENHOR?

Quem sabe é a mesma pergunta que você está fazendo agora! “Como virá a mim a presença do Senhor?”

Jesus disse:

(João 15:16) – Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda.

JESUS ASSUMIU RISCOS POR VOCÊ!

Os riscos de Jesus foram:

  • Traição
  • Preso
  • Humilhado
  • Desprezado
  • Escarnecido
  • Torturado
  • Esbofeteado
  • Cuspido
  • Coroa de espinhos
  • Uma cruz

TUDO ISSO PORQUE ELE ACREDITA EM VOCÊ!

TUDO ISSO PORQUE ELE TE AMA!

Obede-Edom se tornou um porteiro do Santuário do Senhor. Ele amava tanto a Shekinah que pediu ao rei Davi que o deixasse ficar perto da Arca, e então ele se faz um porteiro, que agora ainda que pelas frestas das portas, contemplava a Presença de Deus.

A maior escolha foi Jesus quem fez por você. Ele escolheu morrer na cruz pela sua vida. Ele escolheu ser humilhado e o mais desprezado entre os homens pela sua vida. Ele escolheu ser maltrado, esbofeteado e ser cuspido pela sua vida.

Ele escolheu derramar o Seu sangue pela sua vida e por sua família porque ELE AMA VOCÊ!

CHAME, BUSQUE E RECEBA A PRESENÇA DE DEUS NA VIDA, NA SUA CASA, NA SUA FAMILIA E TUDO O QUE VOCÊ TEM, POIS ELE QUER TE FAZER CONHECIDO COMO O ABENÇOADO DO SENHOR!

Nele, por Ele, para Ele.

Pr. André Lepre

Deixe sua opinião