Mulheres evangélicas destroem imagens de santos em igreja de São Miguel do Guamá

1
174

Duas mulheres, seguidora de uma igreja evangélica, Antônia Rosário Costa Amorim, de 49 anos e Denise Elen de Oliveira Santos, de 22 anos, invadiram a Igreja Matriz de São Miguel do Guamá, no Pará e destruíram ao menos quatro imagens de santo no local.De acordo com o padre Alcir Conceição, a maior preocupação agora é com recuperação das imagens barrocas de São Miguel Arcanjo, padroeiro da cidade, Santa Maria, Sagrado Coração de Jesus e São Sebastião . São peças históricas datadas do ano de 1700.
A polêmica postura de duas mulheres chocou a população do município de São Miguel do Guamá. Antonia Rosário Costa Amorim, de 49 anos, e Denize Elen de Oliveira Santos, de 22, invadiram a Igreja Matriz e destruíram ao menos quatro imagens de santos.
De acordo com o jornal Diário do Pará, as duas mulheres são seguidoras de uma igreja evangélica e há algum tempo expressavam interesse em quebrar as imagens.
O vigia Antonio Maria Correa estava na sacristia quando ouviu um objeto cair no salão, já aberto para a missa matinal.
Ele contou que encontrou Antonia e Denize jogando as imagens no chão e para continuar a devastação caminhavam para o altar. Com a ajuda de fiéis, o vigia conseguiu impedir danos ainda maiores.
As mulheres foram presas. Antonia afirmou que teve uma visão em que Jesus Cristo a teria orientado a destruir as imagens.
Em função do ataque, as atividades da igreja foram suspensas até que o Instituto Médico Legal de Castanhal pericie o local.

Diário do Pará/www.padom.com

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui