Mulher cristã é presa por orar pelos enfermos

Mulher é presa por orar por enfermos e dizer quem serve ao Senhor não pode contrair o coronavírus.

0
290

No dia 29 de março, a polícia do Nepal prendeu uma mulher cristã por supostamente criar informações enganosas sobre o coronavírus COVID-19. Este é o segundo cristão no Nepal a ser preso por acusações relacionadas ao COVID-19.

Janaki Dhugana, 37 anos, foi presa pela polícia no município de Madi em Chitwan por supostamente criar informações enganosas sobre o COVID-19. A polícia local afirma que Dhugana foi ilusória porque ela teria dito: “ Se você acredita em Jesus e segue o cristianismo, não receberá o coronavírus. As acusações de comportamento indecente sob a Seção 118 do Código Penal Civil do Nepal foram movidas contra Dhugana.

Segundo pastores locais contatados pela International Christian Concern (ICC), Dhugana foi libertada da custódia da polícia. No entanto, Dhugana foi obrigada a pagar uma penalidade de 5.000 rúpias (aproximadamente US $ 41,00) por seu suposto crime.

Pastores locais informaram à ICC que Dhugana frequentemente orava por pessoas doentes em sua igreja. Os habitantes locais costumavam reclamar desse comportamento, mas esse ministério de oração nunca era realizado em público.

” Os não-cristãos e as autoridades a acusaram injustamente” , disse um cristão local à ICC.

” A polícia e os habitantes locais são contra a comunidade cristã “, compartilharam os pastores locais. “ Essa situação de coronavírus permitiu que eles a prendessem e assediassem a comunidade cristã.”

Pastor é preso por orar contra o coronavírus COVID-19

De acordo com o Morning Star News, um pastor cristão no Nepal foi preso por orar contra o coronavírus COVID-19 em um vídeo que circulou nas mídias sociais. O pastor, que foi preso em 23 de março, pode pegar até seis meses de prisão depois de ser injustamente acusado de fornecer informações falsas sobre o COVID-19.

Em um vídeo traduzido pelo Morning Star News, o pastor Keshab Acharya orou em frente à congregação da igreja, dizendo: “ Ei, corona, você vai morrer. Que todas as suas obras sejam destruídas pelo poder do Senhor Jesus. Eu repreendo você, coronavírus, em nome do Senhor Jesus Cristo. Pelo poder ou pelo governante desta Criação, eu os repreendo … Pelo poder em nome do Senhor Jesus Cristo, corona, vá embora e morra. “

De acordo com Junu Acharya, esposa do pastor Acharya, seu marido recebeu uma ligação em 23 de março, por volta das 20 horas, de um homem desconhecido pedindo oração por sua esposa doente. O pastor Acharya convidou o homem a ir à casa deles para orar. No entanto, quando alguém bateu à porta, quatro policiais entraram na casa, cercaram o pastor Acharya, o prenderam e o levaram à delegacia. (clique aqui e saiba mais)

Deixe sua opinião

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui