Muitos samurais eram cristãos, aponta pesquisa em espadas

Será que os guerreiros japoneses esconderam sua verdadeira fé? Símbolos cristãos são encontrados em espadas de samurais

Presume-se que durante as políticas anticristãos do século XVI no Japão muitos deles esconderam em suas armas sagradas símbolos religiosos não pertencentes ao budismo.

Pesquisadores japoneses descobriram símbolos cristãos nos punhais de várias espadas samurai que datam por volta do século XVI. A descoberta mostra que muitos deles esconderam suas verdadeiras crenças, de acordo com o jornal japonês Asahi Shimbun.

Para o estudo, foram examinadas as 367 espadas com que tem no museu Sawada Miki Kinenkan, da prefeitura de Kanagawa, por Yuhiko Nakanishi, presidente do grupo Nihon Token Hozon Kai, uma organização sem fins lucrativos para a preservação das espadas japonesas. Desta forma, foi estimada a época de fabricação, em função de fatores tais como o desenho, os materiais e a técnica utilizada na sua produção.

Os resultados mostraram que mais de 10 dessas armas antigas com iconografia cristãs provavelmente foram utilizadas durante o período Sengoku (1467-1568), quando era conhecido que muitos guerreiros professavam essa religião, enquanto que 30 outros acreditavam ter sido feito após o governante feudal Toyotomi Hideyoshi, quando foi imposto o budismo durante as suas políticas anticristãs em 1596. Os projetos, cuidadosamente camuflava itens como cruzes, crucifixos e outros símbolos religiosos.

De acordo com um porta-voz do museu, a análise demonstra que muitos samurais “mantiveram a sua fé profunda“, apesar da perseguição por suas crenças, desde as decorações nas alças nessas espadas foram consideradas pelos samurais como o mais importante de tudo na arma. “É extremamente raro encontrar espadas símbolos cristãos ocultos nas espadas utilizadas depois da adoção das policias anticristãos“, disse ele.

Portal Padom

Deixe sua opinião