JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

O Movimento de gays, lésbicas, bissexuais e transsexuais – GLBT de Duque de Caxias/RJ ingressará com uma Ação Civil Pública contra a Prefeitura de Duque de Caxias, devido a proibição da Parada Gay no domingo dia 11 de outubro de 2009. Os ativistas vão pedir na ação judicial uma indenização de 10 milhões reais, a criação de uma secretaria municipal de direitos humanos e que o prefeito faça um curso sobre direitos homoafetivos. Entendemos que a prática do Prefeito feriu a ordem constitucional vigente que garante a liberdade de expressão e a proteção da dignidade, prevista no Art. 1ª e incisos da Constituição Federal de 1988. Os gays tem direito de manifestar pacificamente suas orientações sexuais, e reivindicações por seus direitos, assim como os evangélicos e demais grupos da sociedade.
Entendemos, que o ato do prefeito ZITO fortalece a prática da homofobia, incentivando a assassinato, espancamentos de homossexuais, discriminação etc…. Os militantes pedirão ao governo federal que bloqueie as verbas do PAC até que a prefeitura assine um termo de ajustamento de conduta comprometendo em defender os direitos humanos.
Os ativistas convocam todos os gays, lésbicas e transsexuais se reunirão amanhã no dia 13 de outubro, ás 19:00 horas, rua Pedro Correia, 97 sobreloja – 2º piso – casa 08- Duque de Caxias – Centro.
Uma vez que esta manifestação é um ato mundial e não local.

Athos GLS/ Padom

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗