acidente motoA madrugada de terça-feira, 21, foi marcada por mais uma tragédia na BR 364, no trecho de acesso ao Aeroporto de Rio Branco.
A madrugada de terça-feira, 21, foi marcada por mais uma tragédia na BR 364, no trecho de acesso ao Aeroporto de Rio Branco. O técnico de enfermagem Carlos Ferreira de Melo, 35, colidiu contra a traseira de uma carreta do tipo Romeu e Julieta, no Km 7 da BR-364, no sentido Aeroporto/Rio Branco.
A carreta, que tem este nome porque possui vários segmentos de carrocerias ligados entre si por reboques, estava carregada de toras de madeira, mas estava em pane e estacionada às margens da rodovia.Segundo informações de testemunhas, a vítima havia deixado o Aeroporto de Rio Branco, onde tinha ido receber um pastor de igreja que frequentava e que havia chegado de viagem. Ele retornava na frente de uma comitiva de evangélicos, quando começou a chover. Carlos de Melo estava com um filho na garupa da moto e a parou no meio do caminho, para que o filho entrasse num veículo. Depois disso, cerca de um quilômetro à frente o acidente aconteceu.
Testemunhas informaram à polícia que não havia sinalização nenhuma, indicando presença de uma carreta quebrada na rodovia.
O motorista da carreta, Walter Siqueira Jardim, 51, disse aos policiais que por volta das 23h00, duas rodas da carreta quebraram impossibilitando que ele seguisse viagem.
Sem ter a quem recorrer, ele teria deixado um triângulo de sinalização a cerca de 60 metros da carreta e entrou na cabine, onde permaneceu até o momento do acidente.
A polícia encontrou pedaços do triângulo no local indicado pelo motorista da carreta, mas supõe que o equipamento, por não ter uma base pesada, tenha caído com a passagem de veículos no local.
No entanto, não foi encontrada nenhuma outra sinalização no local, nem mesmo os “piscas” da carreta estavam funcionando.
oriobranco/padom

Deixe sua opinião

Leia também!  Pesquisa confirma que a maioria dos jogadores de futebol do Brasil, são evangélicos