Morreu na noite desta terça-feira, 1/2, o ex-vocalista do Fat Family, Sidney Cipriano. Desde o dia 7 de janeiro, ele estava internado em estado grave, na UTI do Hospital Regional de Sorocaba, no interior de São Paulo.
Sidney sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) e passou por intervenção cirúrgica às pressas. Ele tinha 46 anos.
O músico que só recebia visitas de seus familiares nos últimos dias, passou por um procedimento cirúrgico logo que deu entrada no hospital, mas não evoluiu seu quadro clínico, algo que agravou seu estado de saúde e resultou em seu falecimento.

A notícia foi dada por amigos do artista, que comentaram a morte do cantor em seus perfis do Twitter:

Apostolo Estevam Hernandes
“Estamos orando pela Fat Family,o Senhor recolheu o Sidney,que o Consolador de forças e alivio a todos,estar com Cristo e melhor,Fil 2

Chris Duran, cantor e pastor:
Tenho a triste noticia de anunciar o falecimento do nosso irmão Sidney do Fat Family.Eles se converteram,mas agora ele está com nosso Senhor”.

Jamilly Sampaio, cantora gospel:
Gentee vamos orar pelo Fat Family…o Sidney faleceu hj,Mas tenham certeza q esta c/ nosso Pai eterno!Eu o
conheci e era um Homem de Deus!!

Entao vamos orar por essa familia maravilhosa, que e Fat Family!! E o céu esta em festa, com certeza!!!”

Durante uma Twitcam realizada diretamente de sua casa, a jornalista Sônia Abrão também confirmou a informação.

Carreira Gospel e Mudança de Nome

Sidney se desligou do grupo Fat Family em 2008, quando deu inicio em sua carreira solo e mudou seu nome para Sidney Sinay.
Sobre a conversão ele contou em entrevista ao Estação Gospel, concedida em 2008:
“Eu tenho tido um chamado diferente na minha vida, o Senhor vem me resgatando… Ele vem requerendo uma posição da minha parte onde eu tive que tomar a decisão de realmente servir somente a Ele. E para tudo isso acontecer amados, eu tive que passar por um seqüestro relâmpago….
E eu fui buscar ajuda, pedir socorro, após o seqüestro, na casa de evangélicos e um jovem orou por mim e me disse para ficar em paz que tudo o que eu achava que eu tinha perdido o Senhor ia restituir e tinha mais, ele disse:
Pode ficar sabendo que Deus tem uma grande obra na sua vida.
E aí as dúvidas foram saindo e eu fui vendo que o Senhor tinha algo pra mim, na hora Dele, mas eu tinha que tomar uma decisão.”
Sidney além de cantor, também foi o compositor da banda Fat Family. Nos últimos anos estava mudando suas relações com a balança. Em 2009 ele foi submetido a uma cirurgia de redução do estômago. Nas eleições de 2006, ele chegou a tentar a carreira política e se candidatou ao cargo de Deputado Federal, mas não foi eleito.

Ex-Fat Family é sepultado em Sorocaba

O corpo do cantor evangélico Sidney Cipriano, ex-vocalista do grupo Fat Family – que morreu na noite de terça-feira (1º), vítima de um AVC Hemorrágico -, está sendo velado nesta quarta-feira (2), no Ossel de Vila Assis, em Sorocaba, interior de São Paulo. Às 16h, o cortejo seguirá para o Cemitério Consolação onde ocorrerá uma cerimônia evangélica antes do enterro.
De acordo com Sonia Cipriano, irmã do artista e empresária do Fat Family, Sidney era hipertenso e diabético. E em 5 de janeiro foi socorrido em sua residência, em Sorocaba, após um AVC.
“Em casa, ele conseguiu explicar ao enfermeiro do resgate o que sentia. Mas ao chegar ao hospital Regional de Sorocaba, ele teve um AVC hemorrágico e entrou em coma. Dois dias depois, os médicos resolveram fazer uma cirurgia para drenar o sangue do cérebro, mas ele não reagiu…”, explicou a irmã.
Ela conta ainda que Sidney se reuniu com a família no réveillon e estava muito feliz com sua carreira solo.
“Quando ele decidiu deixar o grupo, todos ficaram tristes. Mas ele disse que recebeu um chamado de Deus e precisava seguir esse ministério. Então, o apoiamos. Ele gravou um disco lindo e viveu momentos felizes. Como cremos no Deus Vivo, estamos confortados com sua partida. Os médicos disseram que o caso dele era grave e que Sidney poderia ter sérias sequelas. Deus foi piedoso com ele e amenizou sua dor”, ponderou a empresária.

Sidney Cipriano era casado há 16 anos com Márcia e deixou duas filhas Daniele, de 16 anos, e Danila, de 10.

Fonte: ofuxico / www.padom.com.br

Deixe sua opinião