Faleceu na noite desta sexta-feira, 16, o padre Gabriele Amorth, conhecido como o exorcista mais famoso do mundo.

O religioso morreu aos 91 anos de idade, em Roma, na Itália, onde estava internado em um clinica devido a graves problemas pulmonares.

Segundo informações divulgadas na manhã deste sábado, o padre dizia que tinha realizado em sua vida mais de 70 mil sessões de exorcismo, e que durante os últimos 30 anos lutou diariamente contra o diabo.

Gabriele Amorth, nasceu no ano de 1925, na cidade italiana de Modena, ingressando na Sociedade de São Paulo no ano de 1947, sendo ordenado a sacerdote no ano de  1951.

Já no ano de 1985, Gabriele foi nomeado como exorcista oficial da Diocese de Roma.

No início da década de 90, ele foi um dos fundadores da Associação Internacional de Exorcistas (AIE), onde presidiu até o ano de 2000, quando se aposentou, no entanto, a instituição foi reconhecida juridicamente pelo Vaticano recenemente, logo após receber o sinal verde da Congregação para o Clero.

Amorth, publicou vários livros através do editorial San Paolo, entre os quais está a publicação “Deus é mais belo que o diabo”, publicado no ano de 2015, que passou a ser considerado seu testamento humano e espiritual.

Sua nomeação como exorcista oficial fizeram dele uma celebridade no mundo e nas entrevistas que concedia, assegurava que recebia até 600 pedidos por dia para realizar exorcismo.

Deixe sua opinião