Miss que disse ser contra casamento gay pode perder a coroa

carrie-prejeanA Miss Califórnia, que ficou em segundo lugar no concurso Miss EUA, continua em mais evidência do que a ganhadora do evento realizado no último dia 19, em Las Vegas. E, agora, a notícia é que ela pode perder a coroa estadual.

Carrie Prejean, de 21 anos, se destacou primeiramente por afirmar, após ser questionada, que era contra o casamento de pessoas do mesmo sexo. Depois, acabou virando garota-propaganda a favor da união entre heterossexuais.

Nessa semana, as Imagens dela posando com roupas íntimas e seminua passaram a ser publicadas em sites na internet. O ato vai contra o regulamento tanto do concurso californiano quanto o de Miss EUA.

Em um comunicado por escrito, Carrie se defendeu. “Sou cristã e sou modelo. Modelos posam para fotos, inclusive de lingerie e roupas para banho. Recentemente, fotos feitas quando eu ainda adolescente foram liberadas para um web site de fofocas”, disse ela, se referindo ao site thedirty.com. “Eu não sou perfeita e eu nunca tentei ser”, completou.

O caso de Carrie não é o primeiro na história das misses. Em 1984, Vanessa Williams ficou sem a coroa de Miss América por conta de fotos em que ela aparecia nua feitas em 1982.

Segundo a NBC, Carrie diz que as fotos foram feitas quando ela tinha 17 anos, mas que há a possibilidade de terem sido feitas seis semanas antes do concurso Miss EUA. E que ela ainda teria feito uma cirurgia nos seios pagos pela organização do Miss Califórnia.

Fonte: G1 / www.padom.com

Deixe sua opinião