JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Guatemala tem um alto índice de violência infantil, o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), indica que “no ano de 2005, o Ministério Publico recebeu 11.900 denúncias por violência doméstica, abuso sexual contra meninos e meninas.”

Diante deste cenário catastrófico, o ministério Kids Alive Internacional (Crianças Viva Internacional  ), desenvolve um programa encorajador para milhares de meninas menores de idade que agora são  mães.

Kids-Alive-Internacional-ministério-meninas-vítimas-abuso-sexualCorbey Dukes da Kids Alive, explica que “o programa Oasis se concentra em resgatar as vidas das meninas que sofreram abuso sexual ou exploração sexual”.

O ministério esta atendendo atualmente 68 meninas entre as idades de 6 a 21 anos. Elas são vítimas do trabalho infantil, exploração sexual e abuso físico e muito mais. O campus da Oasis oferece um refugio seguro para as meninas feridas e maltratadas. Dukes diz que “somente nos focamos em levar o evangelho e o amor de Cristo e permitir que Ele ressuscite suas vidas“.

As meninas do Oasis vivem em unidades familiares. Elas frequentam a escola (muitas pela primeira vez), tem acesso à terapia centrada no trauma para ajudar a curar as cicatrizes emocionais. Também recebem apoio jurídico e proteção. Seus tutores as conduzem no amor transformador de Jesus, “que é a fonte da verdadeira cura que precisam e buscam“, dizem eles.

Kids Alive International está abrindo outro centro de atenção especifico para meninas que se tornaram grávidas como resultado de um estupro ou abuso. O objetivo, diz Dukes, é trabalhar com as mães das crianças, para que possam manter seus bebês. Kids Alive tem a esperança de ser capaz de atender 16 meninas e seus bebes.

“O mais importante é a proteção das meninas provenientes de ambientes com profunda escuridão espiritual. Satanás não quer sejam mudadas. Deve-se orar pela proteção… Proteção espiritual para o pessoal e também sua proteção física”, afirma Dukes. – cbn

Portal Padom

Deixe sua opinião