Milionário defende miss que é contra casamento gay e mantém coroa

donald-trump-e-carrieO milionário Donald Trump não só manteve a coroa de Miss Califórnia e de vice no concurso Miss EUA para Carrie Prejean como ainda defendeu a modelo.
Trump é o empresário dono das marcas desses concursos de beleza. Carrie Prejean se destacou, apesar de ter ficado em segundo no Miss EUA, por ter feito uma declaração contra o casamento gay e mais tarde por ter sido revelada fotos que ela fez seminua.
Essas imagens, inclusive, quase custaram a coroa estadual. Pelo regulamento, elas não podem fazer ensaios com roupas íntimas, seminuas ou nuas. Carrie, de 21 anos, havia se defendido com o argumento de que as fotos foram feitas quando tinha 17.
Nessa terça-feira, Donald Trump resolveu a questão. Disse que Carrie continuará sendo a Miss Califórnia e defendeu ainda a resposta dela durante o Miss EUA. Na ocasião, ela disse que é a favor somente do casamento entre homens e mulheres. Em seguida, virou garota-propaganda de uma organização que defende o casamento heterossexual.
“Foi a mesma resposta que o presidente dos Estados Unidos deu. É a mesma resposta que muitas pessoas dão”, afirmou Trump. “Ela deu uma resposta louvável. Ela deu uma resposta do coração”, completou.
Trump também comentou sobre as fotos que foram veiculadas por um site. “Estamos no século 21. Determinamos que as fotos que foram tiradas são boas. Em alguns casos, as imagens são bonitinhas”, disse.

G1/ www.padom.com

Deixe sua opinião