Eli, um menino de apenas 7 anos voltou para uma casa em chamas para salvar sua irmãzinha
Eli, um menino de apenas 7 anos voltou para uma casa em chamas para salvar sua irmãzinha

Seus pais adotivos, Chris e Nicole Davidson, que são ex-bombeiros, falaram sobre o dia angustiante em uma entrevista à CNN.

Depois de colocar seus três filhos para dormir às 20h30 do dia 8 de dezembro, Nicole notou que sentiu Deus acordá-la várias horas depois, enquanto fumaça e chamas cobriam sua casa.

“Por volta das 23h30, alguém me acordou e eu sei que foi Deus”, disse Nicole Davidson ao WVLT 8.

“Ele (Chris) agarrou o extintor tentando me dar tempo para pegar as crianças”, contou ela. “E eu agarrei os meninos porque eles estavam mais próximos do fogo.”

Enquanto os meninos, Elijah, de 2 anos, e Eli, de 7, foram levados para um local seguro, a filha de 22 meses do casal, Erin, ficou presa em seu berço enquanto o fogo crescia fora de controle.

“O momento mais assustador da minha vida foi quando pensei que não poderíamos pegá-la”, disse Nicole ao WVLT 8.

Chris Davidson disse à CNN que a fumaça e o fogo na casa eram tão densos que ele não conseguia alcançar sua filha bebê.

“Saímos para alcançá-la pela janela, mas não havia nada em que eu pudesse me apoiar.” ele contou.

Enquanto seu pai conseguiu quebrar a janela do quarto de Erin, Eli disse ao WVLT 8 que ele foi o único que conseguiu entrar.

Apesar do medo, o garoto de 7 anos percebeu que precisava ser um herói, pois era a única maneira de salvar a vida de sua irmã.

“O papai arrebentou a janela e eu disse: ‘Não consigo’, umas duas vezes, e depois disse: ‘Estou com o você pai”, explicou Eli. “E quando descemos lá eu disse: ‘Eu estava com medo, mas não queria que minha irmã morresse.'”

“Não poderíamos estar mais orgulhosos de Eli. Ele fez algo que um homem adulto não faria”, disse Chris Davidson à CNN.

Seguindo seu feito heroico, Eli disse: “Tudo bem ficar com medo, mas você é corajoso por dentro e pode fazer (coisas heroicas) quando quiser”.

De acordo com a CNN, os Davidsons já criaram 34 crianças, incluindo Eli. Eles também têm dois filhos adotivos, Erin e Elijah. A família está atualmente com parentes depois que o incêndio destruiu sua casa.

Deixe sua opinião