Um jovem foi trabalhar num rancho do Texas no verão. A ideia pareceu boa na ocasião um meio excelente de passar o verão e ganhar algum dinheiro para pagar as despesas da faculdade. Ele havia visto fotografias do rancho. Parecia exótico e interessante a idéia de ser um caubói durante o verão se afigurava aventurosa e viril. Mas, quando os pais o levaram ao rancho, ele ficou desapontado. Desiludido. Não era nada que imaginava. Ficava bem longe nas montanhas, remoto, distante da civilização. A mercearia mais próxima se achava a 120 km de distância! O lugar parecia desolado, sombrio, solitário, e ele queria voltar para casa. Assinara, porém, um contrato e achou que tinha de ficar pelo menos durante algum tempo. Seus pais foram embora preocupados. Ele chorou antes de dormir naquela noite e suas primeiras cartas eram tristes e comoventes. Mas, durante a segunda semana de verão, a filha do rancheiro chegou da faculdade. E o tom das cartas dele começou a melhorar. Em breve estava descobrindo que o rancho era o lugar mais bonito que já vira na vida. E, no mês de setembro, os pais só com dificuldade conseguiriam que voltasse a escola! Ele encontrara algo bom num lugar inesperado. Quando paramos para pensar a respeito, esta é uma experiência comum na vida – encontrar em lugares inesperados. Encontrar lugar inesperado é uma experiência deliciosa. – Vejamos isso na Palavra de Deus:

  • Moisés, melancólico no deserto, encontra a Deus numa moita ardente.
  • Isaías, como o povo exilado na babilônia na babilônia, encontra Deus numa terra estranha.
  • Jó, em meio á dor e á calamidade, encontra Deus ali.
  • Saulo de Tarso, numa caçada humana, como guardião autonomeado, procurando cristãos para perseguir, encontra em vez disso o senhor ressurreto.

Falando de encontrar Deus em lugares inesperados, pense no calvário no Gólgota, no lugar da caveira. Que imaginaria encontrar Deus numa crucificação, na cruz. Mas, as surpresas das surpresas, Deus estava ali. “na verdade o Senhor está neste lugar, e eu não sabia”. [gn. 28]

[extraído do livro: ministério pastoral e liderança – um guia prático para todos os envolvidos no ministério – autor reverendo Claudemir Pedroso da Silva]

Deixe sua opinião