Em uma entrevista da colunista da Fcatraolha de São Paulo, Mônica Bergamo, o funkeiro Mc. Catra, 44, comentou sobre sua carreira, sobre sua vida de polígamo e também sua relação com a religião.

O cantor que tem 21 filhos e duas mulheres defende o seu estilo de vida, dizendo que tem como guia Salomão, rei de Israel que teve várias mulheres.

“Tive que matar meu espírito e ressuscitar para viver da bênção do milagre”, afirma ao negar incompatibilidade entre fé e estilo de vida.

Ao comentar sobre sua avó analfabeta, Catra diz que ela é “a pessoa mais culta que conheci. Eu lia a Bíblia, e ela dizia: ‘Tudo muito bonito. Mas não acredita em disse me disse’.”

Catra diz que não segue nenhuma religião, mas que ao estudar o Evangelho, o Torá e o Corão, concluiu que não precisa de ninguém para ter Deus. “Sou literalmente a Sua imagem e semelhança, eterno como Ele”, e quando a colunista lhe pergunta se ele teme a morte, ele responde dizendo  que “Se sou eterno, não morrerei, né gata?”.

Portal Padom

Deixe sua opinião