JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗

Em entrevista recente com a Creio, a cantora Marina de Oliveira deu seu exemplo de força e fé, após a perda de familiares, dizendo que a dor também é para glorificar ao Senhor.

“Eu não perguntei em nenhum momento a Deus o porquê dos acontecimentos.” Com esta declaração a diretora artística do grupo MK, Marina de Oliveira, lembrou do período nebuloso após a morte do marido, do irmão e do genro. Lançando seu novo trabalho, que foi indicado ao Grammy Latino, ela lembra de como o Senhor a tem guiado para sair do Vale da sombra da morte.

O último trabalho, ‘Na extremidade,’ que concorreu ao Grammy, nasceu após o processo turbulento pelo qual a cantora viveu, começando com a doença do pai, que teve câncer em 2009. Após isso, o pequeno avião em que estava Sérgio Menezes, esposo de Marina e o irmão Benoni Assis de Oliveira caiu na lagoa de Jacarepaguá, zona oeste do Rio, e os levou a óbito em fevereiro de 2010.

Marina disse que em nenhum momento acreditou que todas as perdas foram ciladas de satanás ou que Deus tenha permitido que satanás tocasse a sua vida. “Eu creio que foi chegado o tempo dessas pessoas, e em nenhum momento eu perguntei a Deus o porquê dos acontecimentos. Nós não vamos conseguir entender as vontades de Deus,” disse a cantora.

Após tudo isso, a morte continuou a perseguir a família Oliveira, ou MK como é conhecida. O genro de Marina de Oliveira faleceu após um acidente de moto no mês de maio. O publicitário Nelson Osório de Castro Neto era casado com Luiza Gerk, filha cantora, neta de Yvelise de Oliveira.

Mantendo a convicção de que há coisas que não se podem entender, ela acrescentou ainda que “Os pensamentos de Deus são sobremodo elevados.”

Marina disse que passou e está passando pelo vale da sombra e da morte, mas que o Senhor Jesus verdadeiramente a tem guiado. “Há uma dádiva na dor. Até a dor é pra glorificar o nome do Senhor, porque quando você dá o seu sacrifício de louvor você envergonha o diabo. Existe uma valia maravilhosa na dor e de eu poder ser exemplo pra pessoas que perderam seus entes queridos. é muito difícil, mas com Deus é possível.”

Como recompensa o disco ‘Na Extremidade’ venceu o Grammy deste ano. A cantora conquistou o prêmio com seu CD Na Extremidade da gravadora MK Music. Neste momento, ela agradeceu primeiramente a Deus e ofereceu o prêmio a todos com emoção, com destaque à sua produtora MK Music.

“Gostaria de agradecer ao meu Deus por ter sido a fonte da minha inspiração ao longo desses 25 anos como cantora evangélica.”

Mesmo depois desse período difícil e marcado por dores, sua vitória parece ter sido resultado dessa fé que segundo ela se explica por si só.

“Eu não preciso entender o que a minha fé explica.”

Creio / christianpost / Portal Padom

Deixe sua opinião

JUNTE-SE AO NOSSO GRUPO no Telegram ou WhatsApp. Oferecemos o que há de mais relevante em notícias e conteúdo cristão 🤗